sexta-feira, 19 de julho de 2024

BASES DA "FÉ CEGA"


Por Jerri Almeida

A fé abraâmica definiu profundamente o arcabouço teológico e psicológico das relações entre os homens e o “sagrado”. A rigor, devemos lembrar que Abraão é visto como uma figura importante para as três grandes religiões monoteístas: Judaísmo, Cristianismo e Islamismo, isto porque ele representa uma espécie de “encruzilhada” entre os vários povos. Paulo, por sua vez, argumentará que Abraão foi o “pai da fé”. (Romanos 4: v.16-19  e Gálatas 3: v.7)

terça-feira, 16 de julho de 2024

O ESPIRITISMO E OS NOVOS ARRANJOS FAMILIARES¹

 

Por Alexandre Júnior

A família é uma instituição social, que de acordo com Engels (1984), teve início com a origem da propriedade privada, quando os grupamentos humanos passaram de nômades para sedentários. Os grupos foram se acomodando em torno de outros menores até que se constituiu a família, com o contato mais próximo uns dos outros, se desenvolveram os laços afetivos. Foi também nesse momento que surgiu a desigualdade de gênero e o determinismo biológico dos corpos humanos, o qual determinou papéis, status sociais, os quais definiram o lugar que homens e mulheres passariam a ocupar na sociedade. Essa forma de organização social instituiu o modelo de família nuclear, cujo princípio seria o homem mantenedor e a mulher cuidadora do lar. Esse modelo foi estabelecido socialmente como padrão “normal, como modelo a ser seguido”, no entanto, com o desenvolvimento social, todo e qualquer outro modelo fora desse padrão seria considerado desviante. 

sábado, 13 de julho de 2024

QUEM TEM MEDO DO ALGORÍTIMO?

 


Por Ana Cláudia Laurindo

A cada época o mundo das formas cria mocinhos e vilões, para amarmos e temermos.

Já amamos princesas frágeis e odiamos bruxas ardilosas.

Assim muitas mulheres acreditaram no conto do vigário e dedicaram toda a existência a um príncipe, mesmo que em muitos casos tenham encontrado sapos e dragões.

quinta-feira, 11 de julho de 2024

A CRÍTICA NO CONTEXTO ESPÍRITA

 

Por Marcelo Henrique

O exercício da crítica, construtiva e positiva, deve ser seguido por todo interessado no Espiritismo, no sentido de que, sempre, seja realizado um estudo comparativo das mensagens mediúnicas e das obras publicadas como sendo espíritas. A PEDRA DE TOQUE é e será sempre a Codificação Espírita. Isto, contudo, sem deixar de destacar que o próprio Codificador sempre considerou a Filosofia Espírita como uma Doutrina aberta e progressiva, que não foi ditada completa, cabendo aos homens que lhe seguiram completá-la, no diálogo com os Espíritos. Esta é a nossa tarefa: dialogar com os Espíritos (encarnados e desencarnados) para fazer prosseguir a tarefa do esclarecimento espírita para “aqueles que têm olhos de ver e ouvidos de ouvir”.

terça-feira, 9 de julho de 2024

EU VIM PARA SERVIR...

 


  Por Jorge Luiz     

            Os leitores do blog Canteiro de Ideias, possivelmente, tenham observado que este resenhista vem dando destaques em seus artigos à temática das Igrejas Neopentecostais no Brasil. Isso é fato. Sem nenhuma identidade histórica com o cristianismo nascente, as seitas pentecostalistas têm sido instrumentalizadas pela política partidária através de algumas das suas lideranças, e esse crescimento desordenado até pelos propósitos conhecidos, também, tem atraído milícias, narcotráfico, ideias fascistas, e já dispõe uma bancada no parlamento que se destaca pela demanda desconstituída de nenhum valor cristão. A imersão dessa temática busca construir uma tomada de consciência de nós espíritas das reais ameaças que, à penumbra, avançam e ameaçam a sociedade como um todo.

domingo, 7 de julho de 2024

EDUCAÇÃO: LIBERTAÇÃO E SEGURANÇA

 

Por Doris Gandres

“Um povo educado é fácil de governar, difícil de dominar e impossível de escravizar”. George Washington

“É pela educação, mais do que pela instrução, que se transformará a humanidade”. Allan Kardec

sexta-feira, 5 de julho de 2024

EDCUAÇÃO E SAÚDE - O TEMÍVEL AUTOEXTERMÍNIO*

 

 Por Américo Domingos N.Filho

Pesquisando na Internet, observamos, com os dados da OMS (Organização Mundial da Saúde, que o Brasil está em oitavo lugar no mundo, em comparação com os outros países em maior número de suicídios. Em ordem de incidências foram apontados a Índia, China, Estados Unidos, Rússia, Japão, Coreia do Sul e Paquistão.

quarta-feira, 3 de julho de 2024

NO FIO DA NAVALHA

 

Por Marcelo Henrique

Essa curiosa expressão (No Fio da Navalha) pode ter como cenário qualquer dos ambientes em que estivermos inclusos, neste quadrante do espaço-tempo.

A equidistância

Que nos separa do semelhante pode nos permitir aproximação e distanciamento, entendimento ou repulsa, até mesmo por sobrevivência (tranquilidade).

Somos um conjunto de experiências adquiridas que vão moldando o conhecimento individual e permitindo sua aplicabilidade nas esquinas da existência espiritual.

domingo, 30 de junho de 2024

O ESPIRITISMO E A LUTA ENTRE O BEM E O MAL NO BRASIL

 

Por Jorge Luiz

Circularam nas redes sociais vídeos, inclusive produzidos por religiosos, que as enchentes que se abateram sobre o Rio Grande do Sul são decorrentes da preferência religiosa de alguns munícipes a templos/centros – são sei se de macumba, espíritas, ou os dois – em detrimento dos templos frequentados por essas pessoas; portanto, a ira de Deus se fez.

sexta-feira, 28 de junho de 2024

NECESSIDADE DAS REFORMAS

 

Por Doris Gandres

OLE q.790ª - É razoável condenar-se a civilização? - "Condenai antes os que dela abusam, e não a obra de Deus."

Bem nos asseguram os Espíritos que "é preciso que haja excesso do mal, para fazer o homem compreender a necessidade do bem e das reformas" (OLE q.784)

terça-feira, 25 de junho de 2024

OS SIGNIFICADOS DA MORTE

 

Por Jerri Almeida

“No dia em que a morte bater à tua porta

Que lhe oferecerás?

Porei diante de minha hóspede o vaso cheio de minha vida.

Nunca a deixarei ir de mãos vazias...”(Rabindranath Tagore)

 

sábado, 22 de junho de 2024

EMMANUEL NÃO DISSE ISSO

 

Por Orson P. Carrara

Sim, é muito diferente a frase atribuída ao Espírito Emmanuel – na psicografia de Chico Xavier – e muito utilizada ou divulgada pela maioria dos espíritas, inclusive em livros e palestras.

quinta-feira, 20 de junho de 2024

OS ESTUPROS, OS ABORTOS E OS HOMENS¹

 

Por Dora Incontri

Não dá para escapar deste tema indigesto, o tal Projeto de Lei 1904/2024, que prevê crime de homicídio para as meninas e mulheres que abortem com mais de 22 semanas de gestação – o que em tese pode render até 20 anos de detenção para quem pratica o aborto, enquanto estupradores podem pegar no máximo 12 anos de prisão.

quarta-feira, 19 de junho de 2024

O ABORTO COMO QUESTÃO DE FÉ

 

Por Jorge Luiz

           A questão n.º 344, de O Livro dos Espíritos, afirma que o Espírito, como ser preexistente, une-se ao corpo no momento da concepção, mas não se completa senão no momento do nascimento. O grito, dizem os Espíritos, que então escapa de seus lábios, anuncia que a criança entrou para o número dos vivos e dos servos de Deus. Na questão n.º 358, os Espíritos são enfáticos: “Há crime sempre que transgredis a lei de Deus. Uma mãe, ou quem quer que seja, cometerá crime sempre que tirar a vida de uma criança antes do seu nascimento, pois impede uma alma de passar pelas provas a que serviria de instrumento o corpo que se estava formando.” Na questão seguinte, os Espíritos acrescentam que na hipótese em que a gestação ponha em risco a vida da mãe, sim, o aborto é admissível, considerando que: “Preferível é que se sacrifique o ser que ainda não existe a sacrificar-se o que já existe.

segunda-feira, 17 de junho de 2024

O CRISTIANISMO E A TEOLOGIA DO DOMÍNIO

 

Por Jorge Luiz

        As últimas eleições ao cargo principal do Brasil fizeram emergir um fenômeno  sociopolítico que, até então, desenvolvia-se de forma sub-reptícia e tendo como pano de fundo o cristianismo. Estou me referindo à Teologia do Domínio, que teoriza a tomada do espaço público pela Igreja, defendida por algumas das principais lideranças neopentecostais, até então sem muito aprofundamento para o vulgo.

            O que vem a ser a Teologia do Domínio?

sábado, 15 de junho de 2024

A MAIOR DE TODAS AS POTÊNCIAS

 

 

Por Doris Gandres

“É pela vontade que dirigimos nossos pensamentos para um alvo determinado. A vontade é a maior de todas as potências... Cada alma é um foco de vibrações que a vontade põe em movimento...” Léon Denis (livro O Problema do Ser)

Lamentavelmente (ou não), o homem não tem plena consciência do que verdadeiramente significa a vontade. Essa potência rege toda a nossa vida, mesmo quando dela não nos damos conta. Não nos basta simplesmente pensar; não nos basta simplesmente sentir; não basta simplesmente querer... É necessário que essas três capacidades do Espírito recebam um impulso forte, profundo e direcionado a um determinado fim, determinado objetivo, se pretendemos realizar ou alcançar seja o que for.

quarta-feira, 12 de junho de 2024

A BÍBLIA E A ESCRAVIDÃO

 


Por Jerri Almeida

A escravidão fez parte das sociedades desde a mais remota Antiguidade. De acordo com as especificidades de cada povo ou sociedade, os escravos poderiam ser prisioneiros de guerras ou mesmo pessoas que, por não poderem pagar alguma dívida, eram conduzidas àquela condição. Havia, também, o fato de pais que vendiam os próprios filhos como escravos.

segunda-feira, 10 de junho de 2024

"LET IT BE": DEIXE ESTAR, DEIXE ROLAR!

 

 

Por Marcelo Henrique

When I find myself in times of trouble

Mother Mary comes to me

Speaking words of wisdom, let it be

 

And in my hour of darkness

She is standing right in front of me

Speaking words of wisdom, let it be


Let it be, let it be

Let it be, let it be

Whisper words of wisdom, let it be

sábado, 8 de junho de 2024

ESPIRITISMO E NECROPOLÍTICA

 


           Por Jorge Luiz

         A tragédia anunciada que ocorre no Rio Grande do Sul traz muitos elementos que estão sendo discutidos, embora de uma forma velada, sem uma participação efetiva da mídia corporativa, que evidenciam as negligências dos dirigentes estadual e municipais. O próprio governador do Estado, Eduardo Leite, foi sincero ao afirmar que “priorizou a agenda fiscal às questões de natureza climática.” Não muito diferente foram as posturas governamentais diante da pandemia de COVID-19, os jovens negros precocemente mortos na periferia. Achille Mbembe filósofo, cientista político, historiador, intelectual e professor universitário camaronês, define essas decisões, amparadas por discursos que guardam alguma ordem como necropolítica, que é a licença para matar. Um dos piores exemplos de biopoder, no momento, é o genocídio que ocorre em Gaza, na Palestina.

quinta-feira, 6 de junho de 2024

AS DEPRESSÕES DO SÉCULO E O ANÚNCIO DO FINAL DO MUNDO¹

 


Por Dora Incontri

Todos os dias, ouço pessoas dizerem que estão cansadas, exaustas, sentindo tristeza, deprimidas (com diagnóstico ou não de depressão). Além do trabalho extenuante a que estamos submetidos, para sobreviver, neste modo desumano do capital, ainda muitos se esforçam para fazer algo para mudar o mundo; para garantirem um espaço-tempo de convivência com seus afetos; para usufruir, de vez em quando, alguma produção artística que traga algum prazer para o corpo e para a alma. Todo esse esforço é muitas vezes malsucedido, ou pelo menos com resultados escassos, fragmentados, porque os boletos aumentam, os afetos se diluem na descartabilidade das relações líquidas (como disse Bauman), o tempo não dá para nada e o dinheiro menos ainda… e o cansaço profundo aumenta.

terça-feira, 4 de junho de 2024

NASCIMENTO E MORTE

 

Por Doris Gandres

“O nascimento e a morte não são dois estados diferentes, mas sim aspectos diferentes do mesmo estado.” Mahatma Gandhi

domingo, 2 de junho de 2024

MILITARIZAÇÃO DE CRIANÇAS NA IGREJA A TROPA DE CRISTO

 

 

Por Ana Cláudia Laurindo

O que virá após a pós-modernidade pode ser assombroso, pois a intencionalidade política e econômica que dirige partes do globo em suas sociedades complexas investem com obsessão nas guinadas medievais, e para isto, as aglomerações religiosas oferecem amplas vias de contribuições.

sábado, 1 de junho de 2024

“NEM TODO O QUE ME DIZ: ‘SENHOR! SENHOR!’”

 

Por Jorge Luiz

             O título do artigo, pinçado do evangelho de Mateus, 7:21, é um convite a se associar a palavra às atitudes, no cotidiano. Jesus, nessa passagem, deixa claro que não é o vínculo a essa ou àquela denominação religiosa que define a plenitude do indivíduo. O fundamental é a vinculação aos fundamentos éticos e morais que norteiam a Boa Nova.

            Vive-se no tempo em que a demagogia e a hipocrisia permeiam os espaços religiosos com amplas repercussões sociais e políticas. A sociedade brasileira, idêntica a um navio naufragado, segue ao sabor das ondas com destino incerto.

quarta-feira, 29 de maio de 2024

A VIDA SE ESVAINDO NA CIVILIZAÇÃO DO CONSUMO¹

 

Eros e Thanatos

Por Dora Incontri

Duas notícias recentes na mídia levam ao texto de hoje, que será necessariamente polêmico. Uma, a autorização da Holanda para a eutanásia de uma moça de 29 anos, que tem doenças psíquicas, mas não tem nenhuma doença terminal. Quando a pessoa se encontra em estado terminal e há uma abreviação do sofrimento final, geralmente se usa o termo eutanásia. No caso de não haver nenhuma doença terminal e nem previsão de morte, o termo mais comum é suicídio assistido – coisa que cada vez mais países estão incluindo em sua legislação. Mais recentemente a Alemanha abriu essa possibilidade legal. A mídia alemã, que sigo nas redes, está já relatando alguns casos, de forma romantizada: velhinhos morrendo de mãos dadas, no jardim de casa, e que necessariamente não tinham nenhuma doença. Apenas resolveram encerrar o expediente da vida.

terça-feira, 28 de maio de 2024

FICA APENAS A GRATIDÃO

 

Por Roberto Caldas

             A maior das certezas que se atribui ao mundo das realidades relativas é a variabilidade, ou como se diria no Budismo a impermanência. No poema/canção Como Uma Onda (1983), Lulu Santos ensina que “nada do que foi será. De novo do jeito que já foi um dia”.

            O Programa Antena Espírita, prestes a completar 18 anos pelas ondas do rádio experimenta e comprova essa versão de mutabilidade das circunstâncias. Alcançar essa meta, que parecia uma realidade factível esbarra numa impossibilidade igualmente real. Por essa razão estamos encerrando as edições dos sábados às 13h. A emissora, Radio Cidade AM860, que recebe a nossa gratidão por tão longa parceria decidiu outros caminhos. Cabe-nos aceitar a decisão e desejar sucesso nos novos planos de programação.

domingo, 26 de maio de 2024

ENSAIO SOBRE A CORRUPÇÃO NA EVOLUÇÃO DO ESPÍRITO


Por Jorge Luiz

        O Brasil ocupa hoje o 104º lugar em índice de percepção da corrupção, entre os 180 países avaliados pela Transparência Internacional (posição em 31.01.2024).

O Brasil ficou abaixo da média global (43 pontos), da média regional das Américas (43 pontos) e da média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que ficou em 66 pontos. O resultado do país também ficou abaixo da média de um recorte de países classificados como “democracias falhas” (48 pontos).

A corrupção no Brasil é endêmica. É endêmica porque é sistêmica.

sexta-feira, 24 de maio de 2024

ESPIRITISMO - DIREITO À FÉ RACIOCINADA

 

Por Doris Gandres

Atingido o estágio em que nos tornamos os “seres inteligentes da criação”, conscientes de nós mesmos e capacitados ao uso do livre-arbítrio, ainda que de modo precário, vislumbramos em nosso íntimo um sentimento intrigante, que nos seduz e nos auxilia a enfrentar o medo da longa caminhada que mal adivinhamos, mas que intuímos por difícil e repleta de sobressaltos, necessitando então de suporte e amparo.

quarta-feira, 22 de maio de 2024

O "AQUI E AGORA"

 

Por Jorge Hessen

Muitas pessoas convivem sob tremendos conflitos de ansiedades, sobretudo quando os minutos e as horas se arrastam aos seus olhos, adiando a satisfazer-lhes naquilo que creem necessitarem o/ou desejarem. A rigor, o tempo os confunde.

À guisa de ilustração, vejamos que inúmeras  vezes percebemos os sessenta minutos de alegria como o arroubo da fração de um segundo e doutras vezes o advir de um minuto de ansiedade parece persistir uma eternidade! Em face disso, importa refletir que somente a diligência, e não a correria será capaz de tornar a experiência do tempo mais produtivo , possibilitando penetrarmos no orbe das aspirações plausíveis.

segunda-feira, 20 de maio de 2024

ESPÍRITA NÃO RIMA COM TERRORISTA

 

Por Ana Cláudia Laurindo

Este espiritismo cristão que afinou com evangelismo fundamentalista e catolicismo moralista entrou em rota de queda, e todos conhecemos os médiuns que contribuíram para isso, assim como escritores e artistas.

sábado, 18 de maio de 2024

INSTABILIDADE DAS INSTITUIÇÕES HUMANAS

 

Por Orson P. Carrara

É consenso, até pela realidade dos dias atuais e complexidade das circunstâncias, que vivemos dias de insegurança, de instabilidade social. Todas as instituições humanas, políticas, sociais e religiosas vivem agitação que perturba e traz aflições variadas, com desdobramentos lamentáveis. Isso porque a imaturidade humana se reflete na vida social e nas instituições que agregam variados segmentos de atuação de homens e mulheres, sejam essas pessoas autoridades, pessoas comuns ou famosas, lideranças de qualquer segmento, influenciado negativamente o transitar da vida.

quinta-feira, 16 de maio de 2024

PENSAMENTO ALARGADO

 

 

Por Jerri Almeida

Na Revista Espírita de janeiro de 1858, Kardec publicou a emocionante narrativa da mãe que havia perdido uma filha de catorze anos. Essa jovem havia sucumbido a uma longa e dolorosa doença. Inconsolável com essa perda, dia a dia a mãe via sua saúde fragilizar-se, alimentando diante de suas angústias e desgosto pela vida, ideias de suicídio. Instruída sobre a vida espiritual e a possibilidade de comunicação com sua filha, encontrou em uma reunião doméstica, através de uma senhora médium, o reencontro com sua amada filha.

terça-feira, 14 de maio de 2024

DEUS É FIEL¹

 

Por Jorge Luiz

        Um dos grandes bancos privados do Brasil, no passado, exibia em seus produtos e agências a expressão: “Confiamos em Deus.” Com certeza, hoje, ele exibiria “Deus é fiel!”. As expressões soam como uma espécie de garantia, que dá mostra de lealdade em contrato firmado em duas partes, como o significado de fiel encerra; fiador. Para uma sociedade em que as formas de mercadoria perpassam todas as manifestações da vida real, não há nenhuma novidade. A senha - título do artigo – estampa veículos, estabelecimentos sociais, viadutos. A expectativa é que Deus cumpra a sua parte no contrato.

domingo, 12 de maio de 2024

MÃE

 

Por Carlos Augusto Guimarães

 

Não é fácil defini-la...

Pobres as palavras são

Para, com exatidão,

Justamente, traduzi-la.

MÃES DE TODOS OS CANTOS, RECANTOS E MATIZES

 

 


Por Doris Gandres

 

Na remota Antiguidade, na Grécia, a chegada da primavera era comemorada em homenagem a Reia, a Mãe dos Deuses. Séculos depois, nos inícios do século XX, em 1908, em Grafton, Virginia Ocidental, USA, Anna Jarvis, para homenagear sua mãe, Ann Jarvis, que realizava trabalho social com outras mães, sobretudo durante a guerra civil norte americana; e foi também Anna quem escolheu o segundo domingo de maio por ser a data de aniversário do desenlace de sua mãe.

sexta-feira, 10 de maio de 2024

UM CHAMADO GERAL

 

 

Por Roberto Caldas

Jesus sempre foi afirmativo em toda a sua pregação. Antevia os obstáculos que teria a frente, mas não se mostrou complacente com as perversões que percebia frequentar a rotina dos seus contemporâneos, sem negociar a aceitação de quem quer que fosse, exibia fidelidade aos seus princípios declarados divinos.

terça-feira, 7 de maio de 2024

CRAVO E IPÊS*

 

Por Marcelo Henrique

O velho cravo guardado, renitente, resgata o plantio e a colheita dos ideários dos homens livres e fortes, pela democracia, porque as sementes, as de lá e as de cá floresceram…

 **

 Cinquenta anos do 25 de abril de 1974. A Revolução dos Cravos, portuguesa, representou a libertação de uma sociedade do jugo da ditadura de Salazar, vigente desde 1933. Quarenta e um anos foi o período português. Em similaridade, o período ditatorial brasileiro foi, sabidamente, menor, de vinte e um anos (1964-1985), considerando a saída dos militares dos mais altos cargos executivos civis e a realização de eleições para presidente e vice – ainda indiretas, pelo Congresso Nacional brasileiro. No nosso caso, a “libertas quae sera tamen” só se consolidou com as eleições de 1989, que marca a completa redemocratização de nosso país.

sexta-feira, 3 de maio de 2024

O ESPÍRITO SANTO E A MEDIUNIDADE POLIGLOTA

 

Por Jorge Luiz

        Para o teólogo alemão-estadunidense e filósofo da religião, Paul Tillich (1886-1965), Tertuliano (160-240), prolífico autor das primeiras fases do cristianismo, o primeiro a produzir obra literária em latim, foi quem, originalmente, criou a fórmula fundamental para expressar a cristologia e a trindade. A fórmula de Tertuliano, segundo Tillich, o permitiu entrar para os credos latinos da Igreja Católica Romana: “Preservemos o mistério da economia divina que dispôs a unidade em trindade, Pai, Filho e Espírito Santo, não em essência, mas em grau, não em substância, mas em forma.”

quarta-feira, 1 de maio de 2024

MOISÉS, O QUE FALTA?

 

Moisés fazendo brotar água do rochedo, desenho à pena a tinta castanha, sem data (Seculo XVIII) de Cavaleiro Faria, na exposição "Cavaleiro Faria - Um desenhador português do século XVIII", no Museu Nacional de Arte Antiga

Por Valnei França

“1 Ora disse Jeová a Abrão: Sai-te da tua terra, da tua parentela e da casa de teu pai para a terra que te mostrarei; 2 farei de ti uma grande nação, e te abençoarei e engrandecerei o teu nome. Sê tu uma bênção: 3 abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei aquele que te amaldiçoar; por meio de ti serão benditas todas as famílias da terra.(1)

 

O que é o “transcendente”? O que é o sagrado? O que é o desconhecido? O que são as sombras da noite? O que é o meu medo?

segunda-feira, 29 de abril de 2024

UMA POESIA PARA UM MUNDO CAÓTICO

 

Por Roberto Caldas

            O Sermão do Monte se constitui no mais belo e épico poema de todos os tempos. Traduz o mais genuíno e profundo sentimento de Jesus a respeito da existência no planeta. É neste belíssimo texto que Jesus expõe as Bem-Aventuranças e recita o Pai Nosso, ensina-nos a construir a casa sobre a rocha e recomenda seja posicionada a própria luz para resplandecer

quinta-feira, 25 de abril de 2024

CRÔNICA NEOLIBERAL

 

Por Ana Cláudia Laurindo

As ciências que darão suporte ao pensamento, por incrível que pareça, conversam pouco entre si. No entanto, na fluidez do vivido e do devir, a sincronia segue e persegue a saga humana, que é feita de psiquismo, corporeidade e cultura, como tríade dos feitos políticos que interferem na face do mundo.

Essa história de agora não surgiu de uma cápsula.

quarta-feira, 24 de abril de 2024

PENTECOSTE, PENTECOSTALISMOS E HERESIA

 

          

Por Jorge Luiz

        Dia de Pentecoste

Allan Kardec, em O Livro dos Médiuns, (II parte, XIV: 4,166), define o médium falante, “em geral, exprime-se sem ter consciência do que diz, e quase sempre tratando de assuntos estranhos às suas preocupações habituais, fora de seus conhecimentos e mesmo do alcance de sua inteligência.” Aqui se insere um caso notável e conhecido dos espíritas, trazido pelo grande sábio Alfred Russel Wallace (1823-1913), naturalista, geógrafo, antropólogo e biólogo britânico, que se referiu à filha do Juiz Edmonds, reconhecidamente médium, que se pôs a falar em vários idiomas, quando só houvera aprendido mal o francês.

segunda-feira, 22 de abril de 2024

ORGULHO E PRECONCEITO

 

Por Doris Gandres

Existe um filme com esse título (do qual aliás gosto bastante) e que hoje tomo emprestado.

Há já um bom tempo costuma-se comemorar a data de 22 de abril como sendo a data do “descobrimento do Brasil”. Porém atualmente, no meu entender, seja exatamente esta a data ou não, nos idos de 1500, o que aconteceu foi a invasão de terras habitadas por mais de 5 milhões de pessoas de várias etnias, nações com suas culturas, costumes e crenças.

domingo, 21 de abril de 2024

AINDA QUE FALE A LÍNGUA DOS ANJOS

 

Por Roberto Caldas

                A interrogação perseguia até mesmo o Apóstolo dos gentios. Chamado a escrever à igreja de Corinto dirige-se aos companheiros como um mestre que lutava para ir além das palavras e ser fiel à execução da obra com a entrega do exemplo. Em sua primeira carta àquela comunidade de cristãos reserva o capítulo 13 (1 a 13) para exaltar o que chamaria no versículo 13, o maior tributo dos seguidores de Jesus.

sexta-feira, 19 de abril de 2024

ENTRE O FANATISMO E A AUTOAJUDA¹

 

Por Dora Incontri

Como tudo no capitalismo é monetizado, passando pelo valor supremo do dinheiro, assim também se faz nas religiões e nas espiritualidades não diretamente vinculadas a uma tradição. Não falarei hoje de dízimos e de explorações financeiras feitas desde as indulgências vendidas na Idade Média, contra as quais se rebelou Lutero, e nem de pastores atuais, que acumulam impérios na mesma toada. Refiro-me aqui a transformar o tema da espiritualidade em objeto mercadológico, adotando o tom da autoajuda. Há padres católicos, médiuns espíritas, monges budistas e outros tantos praticando tal disparate. Explico-me por que considero detestável tal atitude.

quinta-feira, 18 de abril de 2024

18.04 - 167 ANOS DE "O LIVRO DOS ESPÍRITOS"¹ (REPOSTAGEM)

 


 Por Francisco Cajazeiras (in memoriam)

 Naquela manhã de sábado, no dia 18 de abril de 1857, vinha a lume a obra primeira e síntese da nova Doutrina que raiava para o mundo: "O LIVRO DOS ESPÍRITOS". Com ela se dava cumprimento à promessa feita por Jesus, anotada no Evangelho de João, do envio de um outro consolador que se faria permanente entre os seres humanos e, também, brilhava o alvorecer de uma nova era para a Humanidade.

terça-feira, 16 de abril de 2024

PRESENÇA DE MORTOS NO LEITO DE MORTE


 

Por Jorge Luiz

           

A BBCNews realizou entrevista com o médico americano Cristopher Kerr, com residência em medicina interna, especialização em Cardiologia e doutorado em Neurobiologia, publicados no seu portal em 10.04.2024, (saiba mais). Kerr é considerado uma das principais autoridades do mundo no estudo de experiências de final de vida. Em 2020, lançou o livro Death Is But a Dream: Finding Hope and Meaning at Life's End ("A morte é apenas um sonho: encontrando esperança e sentido no fim da vida", em tradução livre), traduzido para 10 línguas, mas ainda sem edição em português. Confessa que publicou dois artigos científicos sobre essa temática, com 750 entrevistas, e é fascinante. A conclusão é que o que é bom para o paciente também é bom para os seus entes queridos.

domingo, 14 de abril de 2024

ROSEANA E JOJO, A FADA E OS PITBULLS¹

 

Por Ana Claudia Laurindo

No mundo violento das redes sociais também pode fluir poesia, e com esta o pensamento crítico, que sempre lutará contra os impositores do comportamento em série.

A escritora Roseana Murray tem flanado pelas redes como uma “fada” fazendo a mágica das palavras em um tempo de hostilidades.

sábado, 13 de abril de 2024

AUTORIDADE E ARBITRARIEDADE

 

Por Doris Gandres

Do ponto de vista filosófico, ética e moral são conceitos diferentes, embora, preferivelmente, devessem caminhar juntos. A ética busca fundamentação teórica para encontrar o melhor modo de viver de acordo com o pensamento e o interesse de indivíduos e de coletividade. Enquanto que a moral se fundamenta na obediência a normas, costumes ou mandamentos culturais, hierárquicos ou religiosos – e mais, se fundamenta em princípios de respeito a valores superiores de justiça, fraternidade e solidariedade, ou seja, nas próprias leis naturais, as leis divinas.

quarta-feira, 10 de abril de 2024

RELAÇÕES NUTRIDORAS

 

Por Roberto Caldas

            Há quem escolha viver em ostracismo por razões que compete a si mesmo defender e identificar. No mundo atual, desde que pertença ao universo urbano é cada dia mais difícil essa forma intrusiva de viver, pois sempre haverá a dependência de serviços alheios, o que força o relacionar-se. Apenas o eremita pode declarar-se isolado.