quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

IGREJA CONSERVADORA: NICHO DO RETROCESSO POLÍTICO


     
 

Nas ricas memórias da minha juventude católica abraçada com a poesia da Pastoral da Juventude do Meio Popular, guardo as gratidões ao sentido religioso de uma vida em sociedade, sendo povo e com o povo.

Desde aqueles dias Jesus aparecia descalço em nossas visões juvenis. Era um de nós, porque estava em nós e conosco.

Discutíamos o conservadorismo das alas que nos rejeitavam e apresentávamos no altar da vida os sonhos que mobilizavam nossas próprias forças, na luta por presentes e futuros felizes, mas o que me faz pensar com mais carinho naquela experiência vivida era o quanto pensávamos no outro, e não apenas em nós mesmos.

VIVA A TERRA VIVA


                 

         A existência humana é um constante desafio. Toda a nossa evolução ancestral demonstra o quanto perseguimos, enquanto espécie constituída, a conquista de patamares mais elevados de realizações e de bem estar. Desde a descida das árvores, a aquisição da habilidade de caminhar sobre dois pés, a utilização das virtudes do fogo, o domínio da linguagem falada e da escrita, bem que mostram o quão distantes estamos de alcançar estágios de crescimento que o futuro resguarda. É inimaginável até para o mais privilegiado sistema matemático determinar tal limite, talvez porque não haja um limite conhecido.   

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

DESSERVIÇO AO ESPIRITISMO


 


Quem estuda e conhece os fundamentos da Doutrina Espírita sabe seu significado e importância em favor da Humanidade. Isso gera uma consciência enorme de responsabilidade, convidando-nos a posturas de retidão, humildade e principalmente comprometimento com a causa espírita.

Não é preciso alongar-se nesse parágrafo, de vez que as orientações são claras, estão definidas e precisamos vive-las. Eis o desafio constante do cotidiano. Corre-se, entretanto, o risco de perder-se essa noção, face às fragilidades pessoais que todos trazemos. É quando prestamos um desserviço ao Espiritismo, prejudicando a nobre causa, em situações ainda tão comuns entre nós:

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

ESPIRITISMO NÃO INSTITUCIONAL, NOSSA LIBERTAÇÃO


 
A necessidade de uma escrita sistemática sobre os efeitos da institucionalização do espiritismo no Brasil, desponta com muita força nestes dias de reflexão, como sinais de um tempo que pede renovação, para não desligarmos nossas intenções da referência divinal em nossos atos.

Institucionalizar o senso de religiosidade tem ajudado ou atrapalhado os processos de espiritualização humana?