quinta-feira, 16 de agosto de 2018

ESPÍRITAS: CONTRADIÇÕES E ATAVISMOS





          De maneira recorrente vê-se sendo utilizada a classificação de espíritas progressistas, muito embora não se encontre essa denominação nas classes de espíritas didaticamente elaboradas por Allan Kardec. Na realidade, o termo pode em um primeiro momento parecer redundante, tendo em vista que o Espiritismo é uma doutrina essencialmente progressista. Leia-se o que Kardec comenta à pergunta 783 de O Livro dos Espíritos:

Sendo o progresso uma condição da natureza humana, ninguém pode se opor a ele. É uma força viva que as más leis podem retardar, mas não asfixiar.”

          Em um segundo momento, a expressão converge para o movimento progressismo, que se opõe ao conservadorismo. O progressismo está vinculado à concepção de progresso, que na definição de Norberto Bobbio, em seu Dicionário de Política, é

terça-feira, 14 de agosto de 2018

LIÇÃO DA CAATINGA



As árvores, com galhadas desnudas,
Como espectros, para o alto dirigidas,
Até parecem que suplicam, mudas,
A insubstituível água da vida.

Mas esperam com calma, resignadas,
Pelas benesses do Pai que não faltam,
E, outrora, esplendorosas, orvalhadas,
Multicoloridas, os céus exaltam.

domingo, 12 de agosto de 2018

PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU


           




 
            O Universo funciona no limite da perfeição. Mundos giram em perfeita harmonia em torno dos sóis infinitos. Da semente à flor a vida transborda como o verdadeiro milagre que a Natureza dispõe aos nossos olhos. As florestas imponentes escondem os segredos dos desertos que dormem sob suas raízes. A borboleta e a crisálida reverenciam a lagarta em sua jornada de criação contínua. As geleiras regulam o equilíbrio da circulação e do movimento da água que dissipa no ar, se esconde no interior da Terra e abraça o oceano majestoso. Os pássaros migrando pelas estações reconhecem as setas invisíveis que norteiam suas viagens. Os cardumes retornam ao ponto em que nasceram para reproduzir confirmando o mapa da vida gravado na intimidade de suas células. O útero da mulher desenha o protótipo do ponto mais alto na representação do sopro nas narinas que licenciou a vida para a raça humana. 

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

A ESCOLA DA VIDA - O LAR (PARTE II)




 

João Amós Comenius (1.592 - 1.670) em sua Didática Magna – Tratado da Arte Universal de Ensinar Tudo a Todos, logo no primeiro capítulo nos diz textualmente: “Um dos primeiros ensinamentos, que a Sagrada Escritura nos dá, é este: Sob o sol não há nenhum outro caminho mais eficaz para corrigir as corrupções humanas que a reta educação da juventude”. Como exemplo, ele cita o provérbio 22:6: “Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”.

Dizendo mais adiante, ainda no primeiro capítulo: “Cristo ordena que nós, adultos, nos convertamos como criancinhas, isto é, para que desaprendamos os males que havíamos contraído com uma má educação e aprendido com os maus exemplos do mundo, e regressemos ao primitivo estado de simplicidade, de mansidão, de humildade, de castidade, de obediência etc. (...). Daí resulta que não há coisa mais difícil que voltar a educar bem um homem que foi mal educado. Na verdade, uma árvore, tal como cresce, alta ou baixa, com os ramos bem direitos ou tortos, assim permanece depois de adulta e não se deixa transformar.”