quarta-feira, 20 de junho de 2018

COMO ENFRENTAR A "CULPA" E DESCULPAS?



 
A percepção da “culpa” tem sido objeto de investigações e influências no amplo debate temático da Doutrina dos Espíritos e das ciências psíquicas. Sabe-se que são intermináveis e graves as consequências da conservação da “culpa” em nossa vida, podendo alcançar indescritíveis destroços emocionais, psicológicos, comportamentais e morais.

A famosa “culpa” se consubstancia numa sensação de angústia adquirida após reavaliação de um ato tido como reprovável por nós mesmos, ou seja, quando transgredimos as normas da nossa consciência moral.

domingo, 17 de junho de 2018

LIVRE-ARBÍTRIO E VIDA


              
    


       Vivemos numa sociedade de vinculações. Ninguém que consiga êxito em uma empreitada sem a disposição de compactuar planos e práticas. Mesmo a atividade que tem a individualidade como base, fato que acontece em determinadas modalidades de esporte ou empresarial, há uma infinidade de interferências nos bastidores para que aquele desempenho pessoal possa ser levado a cabo e sem as quais se acredita que o resultado seria diferente.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

TOLERÂNCIA RELIGIOSA TEM LIMITE?


"Não pronunciarás o nome do senhor, teu Deus, em vão"
(Exôdo, 20:7)
          



Em 1980, uma herança destinada aos Testemunhas de Jeová foi negada pela administração departamental do Governo Francês. O grupo recorre por duas vezes, mas não consegue êxito. A decisão foi fundamentada em razão dos fins ou natureza de certas entre elas, o caráter de uma association cultuelle (associação com fins religiosos). Observa-se uma decisão fundamentada em tolerância religiosa.
Em 1985, o Brasil assistiu uma cena de intolerância religiosa praticada por um bispo da Igreja Universal do Reino de Deus, quando no feriado dedicado a Nossa Senhora Aparecida – 12 de outubro. No ato, o religioso destilava críticas protestantes à “idolatria católica”, na medida que usava os pés e as mãos contra a imagem, cujo episódio ficou conhecido como o “chute da santa.” Tantos outros se sucedem, como até vídeos que “viralizaram” nas redes sociais onde “líderes religiosos” ensinam, até em tom de zombaria, como tirar dinheiro dos fiéis.

quarta-feira, 13 de junho de 2018

REBELIÕES NOS PRESÍDIOS À LUZ ESPÍRITA


  


 A população brasileira, perplexa, está tomando ciência das inúmeras revoltas de presos nas penitenciárias, apresentando desfechos trágicos com dezenas de mortos.

Os detentos são separados, na prisão, de acordo com suas facções criminosas e as rebeliões têm ensejo, primeiramente, quando os adversários se confrontam, culminando, infelizmente, com muitos assassinatos e a fuga de perigosos meliantes.

Infelizmente, as precárias condições das unidades prisionais brasileiras não permitem a ressocialização dos internos. Cada vez mais se acentua o quadro caótico em que se encontra o sistema carcerário brasileiro, impedindo sobremaneira a inserção dos penalizados na sociedade.