sábado, 23 de setembro de 2017

VITÓRIA AMARGA



 



 Pirro (319-272 a.C.), foi um general grego, autor de livros sobre a arte da guerra. Guerreiro indômito e hábil, seria lembrado não pelos seus feitos no campo de batalha e pendores literários, mas, singularmente, por simples comentário que deu origem à expressão famosa: Vitória de Pirro.
Em 281 a.C. combateu os romanos, em defesa de Taranto, uma colônia grega no sul da Itália. Logrou sucesso. Contudo, tantas foram as baixas em suas tropas que, recebendo felicitações pelo notável feito de derrotar um exército do grande império, comentou amargamente: – Mais uma vitória como essa e estaremos perdidos.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

TEMPO DE CRISE








Quando surgem as crises – sejam de qualquer origem – o impositivo é de serenidade. Afinal, são nas crises que nos opomos uns aos outros.
 A renovação que necessitamos não é obra de um dia ou de décadas, pois a conquista da sublimação exige variadas matérias de domínio pessoal. Um dos significados da palavra sublimação é engrandecer.  Sim, podemos entender dessa forma, engrandecer a vida humana, valorizar, exaltar as vivências. Por outro lado, se pensarmos bem na expressão matérias de domínio pessoal veremos a abrangência do quanto precisamos fazer para domarmos nossos ímpetos agressivos ou egoístas, nossas tendências de arrogância e vaidade, de prepotência ou de imposição e veremos o quanto precisamos na área do domínio pessoal. O mais grave é que agimos ao contrário: queremos dominar os outros...

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

PARA QUE TENHAM A VIDA EM ABUNDÂNCIA



             

 
        Numa das canções mais conhecidas e cantadas em território nacional, o poeta e intérprete de saudosa memória, Gonzaguinha, arremata: “viver e não ter a vergonha de ser feliz”, arrematando com “Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz”. Difícil encontrar alguém que não tenha sussurrado esse refrão pelo menos uma vez.
          Convenhamos que o existir não foi desenhado para ser fácil. Afinal trazemos pesadas participações pregressas de outras existências que nos arremetem a encontrar enormes cobranças, as quais aceitamos vivenciar antes de adentrar na atual aventura corporal. 

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

O EVANGELHO É E SEMPRE SERÁ A FERRAMENTA DEFINITIVA DA PAZ





 
As ameaças cruzadas entre Coreia do Norte e Estados Unidos têm como protagonistas lançamentos de mísseis norte-coreanos. Análises recentes sugerem que em 2020 a Coreia do Norte terá um míssil nuclear “confiável” que pode atingir solo norte-americano. Os analistas dentro do exército norte-americano já operam sob o pressuposto de que a Coreia do Norte tem a capacidade [ofensiva]. Em caso de lançamentos efetivos, serão colocadas à prova as capacidades de interceptação de tais artefatos na região com o potente escudo antimísseis Terminal High Altitude Area Defense (THAAD).

O Japão tem advertido que derrubaria qualquer míssil norte-coreano que ameaçasse o seu território. Tanto Tóquio como Washington contam com um sistema de mísseis interceptadores. Mas a interceptação acontece na fase “terminal” do voo na região Ásia-Pacífico, incluindo Coreia do Sul, Japão e Guam e é pouco provável que as baterias instaladas na Coreia do Sul e no Japão sejam eficazes.