terça-feira, 20 de outubro de 2020

DOUTORES? AH, SIM! OS DOUTORES!…..

 


Sentimo-nos constrangidos quando empregamos o vocábulo “doutor” antes do nome de um médico ou de um advogado, mormente ser for um espírita. Ajuizamos que o termo “doutor” é uma erva daninha inflexível que reflete muito sobre um Brasil tupiniquim. Nossa rejeição ao extemporâneo “doutor” é um ato consciente. Dia virá (queira Deus, o quanto antes!) em que os filólogos e bons dicionaristas definirão a palavra “doutor” como “um arcaísmo usado no passado pelos subordinados (pobres) para acercar-se dos mais presunçosos (ricos), a fim de limitar a dominação especialmente de médicos e advogados, entretanto, com a abolição da desigualdade socioeconômica e a conquista dos direitos de cidadania, essa definição desmoronou em desuso”.

domingo, 18 de outubro de 2020

SOBRE O AMOR PEDAGÓGICO

 

Ilustração de Anasor no livro "Pestalozzi e a escola num castelo", de Dora Incontri

Nossas bases teóricas e filosóficas consideram a criança como construtora de si mesma. Diante dela, devemos evitar a tentação da manipulação e praticar o amor pedagógico. A rigor, não precisaríamos adjetivar o amor, porque quando entendido, sentido e praticado em sua verdadeira essência, dispensa qualificações. Lembremos aqui a definição que o filósofo e psicanalista Erich Fromm empresta ao amor em A Arte de Amar (2002), incluindo em sua abrangência, as dimensões do cuidado, da responsabilidade, do respeito e do conhecimento.

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

ENTREVISTA FOLHA ESPÍRITA: DEVE A PSICOTERAPIA CONSIDERAR A REECARNAÇÃO?

 


1- Qual é o limite da crença do psicólogo diante da crença do paciente?

O artigo “Deve a psicoterapia considerer a reencarnação?” (Should psychotherapy consider reincarnation? https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22297317/), que recentemente publiquei no Journal of Nervous and Mental Disease, discute essa importante questão. Há um crescente reconhecimento da necessidade de se levar em conta o ambiente cultural e os sistemas de crenças dos pacientes na psicoterapia. Respeitar as opiniões e realidades subjetivas do paciente é uma necessidade terapêutica e um dever ético, mesmo que os profissionais não compartilhem das mesmas crenças. As informações obtidas na psicoterapia devem ser sobre o que os pacientes acreditam, o que exige conhecimento de estratégias objetivas para otimizar o enfrentamento e a superação de suas dificuldades com base neste sistema de crenças.

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

POLÍTICA E A INQUIETAÇÃO DOS ESPÍRITAS

 


Há pouco tempo pude ouvir pela internet – em uma live, ecos de vozes federativas que comentavam sobre os espíritas que militam social e politicamente no Brasil, como fossem estes uns tipos previsíveis de “açambarcadores” da doutrina com intuitos partidários e eleitoreiros.

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

QUESTÃO DE HISTÓRICO

 


A carteira de vacinações, o manual de manutenção de veículos, o prontuário médico ou odontológico, ou os diferentes cadastros em escolas, universidades ou outras iniciativas e instituições de saúde, esportivas, políticas, culturais, religiosas, etc, normalmente mantém anotações dos históricos de atividades, de atendimentos, personalizados ou não, criando históricos de uma pessoa, de uma família, de uma cidade, de uma instituição, da carreira de um artista, de um escritor, etc. e mesmo de uma nação inteira.

terça-feira, 13 de outubro de 2020

A EDUCAÇÃO DA ELITE, A EDUCAÇÃO SUCATEADA E O FOSSO SOCIAL NO BRASIL


Essa semana (¹) saiu a notícia de uma escola no Rio, para a elite da elite – 3.800,00 reais por mês – inspirada nos badalados métodos de educação da Finlândia. O principal acionista da escola é Paulo Lemann, dono do Burger King.

Para quem milita por uma educação de qualidade e inovadora para todos os brasileiros e brasileiras, essa notícia tem um sabor amargo, num momento em que a escola pública está sofrendo o seu último desmonte. Fechamento de escolas em Estados e municípios, anúncios de terceirização da educação em escolas estaduais, bloqueio federal de investimentos na Saúde e Educação por 20 anos, mexida reducionista e autoritária no currículo, extirpando-se ou diminuindo-se significativamente as matérias que ensinam a pensar e a entender o mundo, como História, Geografia, Filosofia e Sociologia… – são alguns dos retrocessos lamentáveis do momento em que vivemos no Brasil. Retrocessos acompanhados de outros, referentes aos direitos da classe trabalhadora. Ou seja, é o avanço para o achatamento cultural da população e da sua escravização no trabalho. Tudo combinando: menos escola, menos matérias que ensinam a pensar, menos ou quase nenhum direito no trabalho. Os poderes econômicos nacionais e internacionais querem todos escravos, ignorantes e submissos.

domingo, 11 de outubro de 2020

SE HÁ TANTAS EVIDÊNCIAS A FAVOR DA REENCARNAÇÃO POR QUE NEGÁ-LA ?

 


Reencarnar é o regresso contínuo de um mesmo Espírito à vida em diversos corpos. Reassumir a forma material é uma lei tão natural quanto nascer, viver ou desencarnar. Mas, se é tão evidente o fenômeno por que, então, a maioria dos cientistas o desconhece?” A razão é simples: a ciência ainda está sob o jugo do materialismo e não consegue explicar tudo. O conhecimento científico é limitado, inobstante seja progressivo. As verdades aceitas pelas academias são consecutivamente efêmeras e provisórias. Nem é necessário ser um cientista hoje para considerar normais os numerosos fenômenos que há menos de 6 séculos eram totalmente ignorados pelos cientistas da época: o movimento da Terra, as partículas subatômicas, a composição química da água, etc.

sábado, 10 de outubro de 2020

A SOCIEDADE SOMOS NÓS

 


É evidente que, se não fossem os preconceitos sociais, pelos quais se deixa o homem dominar, ele sempre acharia um trabalho qualquer, que lhe proporcionasse meio de viver, embora se deslocando da sua posição. Mas, entre os que não têm preconceitos ou os põem de lado, não há pessoas que se veem na impossibilidade de prover às suas necessidades, em consequência de moléstias ou outras causas independentes da vontade delas?

quarta-feira, 7 de outubro de 2020

A CULPA É DA MEDIUNIDADE

 


         Os efeitos da ação e da intervenção dos Espíritos sobre uma diversidade de fenômenos comuns passam despercebidos. Como, aliás, havia de ser, longe de chamar a atenção. Vivenciados como se fossem circunscritos ao plano que lhes confere materialidade, o plano físico, onde estamos encarnados. O Programa Antena Espírita, que encerra os festejos dos seus 14 anos no ar, é provavelmente um dos exemplos dessa intervenção oculta. Surgido como se fosse decisão exclusiva de um grupo formado por companheiros, com vínculos de antiga amizade, dá-nos indícios contínuos da assistência silenciosa de benfeitores que detêm o protagonismo e a responsabilidade invisível que parecem augurar novos tempos à frente.

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

ESPIRITISMO SEM SANTIFICAÇÃO

 


Vocês percebem o quanto é nefasto para o amadurecimento humano aquele hábito católico de santificar pessoas?

Não é uma ofensa aos católicos, é uma análise dos efeitos do que foi transmitido como parte da vivência da fé em uma espécie de busca por supra-humanos.

domingo, 4 de outubro de 2020

SOBRE ATALHOS E O CAMINHO NA CONSTRUÇÃO DE UM MUNDO JUSTO E FELIZ... (1)

 
NOVA ARTICULISTA: Klycia Fontenele, é professora de jornalismo, escritora e integrante do Coletivo Girassóis, Fortaleza (CE)





“Você me pergunta/aonde eu quero chegar/se há tantos caminhos na vida/e pouca esperança no ar/e até a gaivota que voa/já tem seu caminho no ar...”[Caminhos, Raul Seixas]

 

Quem vive relativamente tranquilo, mas tem o mínimo de sensibilidade, e olha o mundo ao redor para além do seu cercado se compadece diante das profundas desigualdades sociais que maltratam a alma e a carne de muita gente. E, se porventura, também tenha empatia, deseja no íntimo, e até imagina, uma sociedade que destrua a miséria e qualquer outra forma de opressão que macule nossa vida coletiva. Deseja, sonha e tenta construir esta transformação social que revolucionaria o mundo; que revolucionará o mundo!

sábado, 3 de outubro de 2020

GRATIDÃO, MESTRE DE LYON!


"Aniversário de Allan Kardec, momento de celebrar as energias divinas que atuam em nosso orbe planetário através dos processos encarnatórios, permitindo que espíritos com disponibilidade de serviço de elevação mergulhem no tempo da história humana, marcando as sociedades com o senso da flexibilidade para o recebimento de revelações que podem modificar condutas e mentalidades.