domingo, 24 de março de 2019

AI DAQUELE POR QUEM VEM O ESCÂNDALO!


      
       
         A legislação humana, em especial o legislador, é muito gentil com os poderosos que fazem parte de suas zonas de relação. Diga-se de passagem, um desvio da justiça que se arrazoa, deveria ser cega, e alcançar a todos indistintamente. Por essa razão é costumeiro em países subdesenvolvidos, que vivem às voltas com problemas de natureza ética, a manutenção de brechas para cometimentos que resultam em arquivamento ou absolvição, após rituais denominados julgamentos.

quarta-feira, 20 de março de 2019

PMS QUE ATUARAM DURANTE ATAQUES DO PCC PARTICIPAM DE ESTUDOS SOBRE TRAUMA







O áudio tem só 30 segundos, mas elevou a frequência cardíaca do cabo Victor. Em meio a bips, sirenes e disparos de revólver, a gravação traz chamadas à Central de Operações da Polícia Militar de São Paulo. “Brevidade, brevidade, Copom. Bre-vi-da-de!”, exige um oficial em uma delas. “Calma, companheiro. Temos viaturas aí pela rua sem saída”, responde a central. “Brevidade, brevida-de…”, insiste o policial – até sua voz se esvair.

O cabo Victor Augusto Carvalho Júnior, de 44 anos, do 16.º Batalhão, do Butantã, zona oeste, chorou ao ouvir a gravação com vozes de colegas pedindo apoio e sendo mortos – durante a onda de ataques do Primeiro Comando da Capital (PCC), no Estado e interior de São Paulo, entre 12 e 23 de maio de 2006, quando 26 PMs morreram. Imagens do seu cérebro, no momento em que escutava o áudio, revelaram que tudo o que ele sentia era medo.

segunda-feira, 18 de março de 2019

"SUZANO", AS ARMAS DE FOGO E O VULGARISMO DA BESTIALIDADE






 Alguns dos mais variados setores da sociedade brasileira defendem a manutenção do comércio legal de armas de fogo aos cidadãos que necessitarem, por algum motivo, justificando que todos têm direito a possuir, nos limites da Lei, uma arma de fogo para se defender de qualquer atentado à incolumidade física do indivíduo, sua vida, seu patrimônio etc.

Mas, precisamos refletir mais sobre liberação de armas de fogo. O massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil, em Suzano (SP), que deixou dez mortos e 11 feridos, trouxe à tona novamente o debate sobre o controle de armas de fogo – como o revólver calibre 38 usado pelos autores do ataque.

sábado, 16 de março de 2019

QUANTO VALE A LAMA?


          

 
           Definida como “conjunto de matérias soltas do solo ensopadas em água” (Dicionário Priberam.org), a lama é uma espécie de argamassa que designa vários tipos de sedimentos e possui serventias relacionadas com a sua natureza intrínseca representada pelas substâncias de sua composição. Natural ou artificialmente produzida ocupa espaço na superfície.

quinta-feira, 14 de março de 2019

CONTRA A VIOLÊNCIA - ESPIRITISMO JÁ! *


 

 

Em 13 de agosto, nosso País foi mais uma vez sacudido por uma intensa onda de violência, porquanto uma série de ataques ocorreram em Osasco, Barueri e Itapevi, na Região Metropolitana de São Paulo, ocasionando dezenas de mortos. Comumente, os noticiários publicam matérias a respeito da violência, envolvendo crianças, idosos e animais, sem contar os casos ligados ao tráfico, aos assaltos, aos assassinatos, inclusive no trânsito.

Até mesmo a Natureza sofre investidas à custa do “progresso”, acarretando graves perturbações climáticas, como igualmente matança de animais e derrubada exorbitante de árvores. Os programas de televisão mostram as garras da agressividade. sempre do agrado de seu público. À tarde e ao anoitecer, vários canais exibem dantescos casos policiais, como também, cenas com familiares insatisfeitos, exteriorizando seus conflitos com discussões seguidas de tapas e empurrões e os telespectadores entusiasmam-se com o “barraco armado”, locupletando-se com a confusão e o escândalo em público.

terça-feira, 12 de março de 2019

REFLEXÕES SOBRE A PARÁBOLA DO SEMEADOR - PARTE IV


 

Aquele que recebe a semente entre espinheiros é o que ouve a palavra; mas em quem, logo, os cuidados deste século e a ilusão das riquezas abafam aquela palavra e a tornam infrutífera.

Ainda no campo dos relacionamentos afetivos o conjunto de exemplos da “semente entre espinheiros” são inumeráveis. Onde as encontramos?

O que enraíza uma relação verdadeira é a presença do amor. Sem amor não há raiz.

domingo, 10 de março de 2019

DETERMINISMO


 
Qualquer pessoa medianamente informada conhece o complexo de Édipo, consagrado por Sigmund Freud (1856-1939), como a tendência de se ligarem os filhos às suas mães, em oposição aos pais.

        Freud inspirou-se numa tragédia grega: Édipo Rei, de Sófocles (495-406 a.C.). Édipo, segundo os oráculos, mataria seu pai e se casaria com a mãe, o que efetivamente aconteceu, numa fantasia recheada de lances dramáticos e mirabolantes, bem ao gosto da mitologia grega.

quinta-feira, 7 de março de 2019

08.03 - DIA INTERNACIONAL DA MULHER




A força faz o direito nas relações humanas, de maneira inversamente proporcional ao avanço moral de um povo. Assim, também, nas relações entre o homem e a mulher.

Observam-se, infelizmente ainda, em nossa sociedade, traços marcantes do preconceito, dos maus-tratos e da violência contra a mulher, no que pese seu indiscutível e crescente processo de emancipação.

quarta-feira, 6 de março de 2019

CONSCIÊNCIA







Criados pelo Amor, por amor, para o amor...
Com o compromisso de gerar amor e luz,
Por vezes, o amor adoece..., então a dor,
Só aliviada no buscar a Jesus.

domingo, 3 de março de 2019

ALEGRIA DO CARNAVAL - FOLIA E CINZAS



           
        
         Conta-se que o poeta e humorista romano Juvenal (100 d.C) esboçou pela primeira vez que o povo precisava “de pão e de circo” para que tudo ficasse bem. Baseava-se quem sabe no provérbio Taoista que infere “quanto mais instruído o povo, tanto mais difícil de o governar...”. Essas reflexões bem que poderiam ser bordões das realidades atuais. Cabem como luva.
          O Carnaval, tanto qualquer efeméride, gera uma repentina mudança de atitude nos costumes. Nesse caso em particular passa a circular uma energia que impulsiona ao transbordamento de uma alegria que parecia retida sob os nós das gravatas e dentro de sapatos apertados. Uma multidão sai ás ruas como se não existisse o amanhã, ou não quisesse que existisse. Sob esse aspecto denuncia a política pão e circo que configura a lamentável qualidade de vida da maioria cada vez maior de pessoas que lotam as avenidas e clubes das cidades.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

A FÉ RACIONAL ALÉM DA TUMBA É O MELHOR PRESERVATIVO DO SUICÍDIO


 


 A britânica Liv Pontin conta que vinha pensando sobre o suicídio havia algum tempo, após perder o emprego e enfrentar problemas de saúde mental, que a levaram a ser internada para tratamento. Por isso, decidiu que seu último dia de vida seria 24 de março de 2017.

Nesse dia resolveu ir à estação de trem de sua cidade. Enquanto aguardava apreensiva na plataforma a passagem do trem, viu surgirem as luzes do pesado veículo que fazia a rota entre Brighton, na costa sul da Inglaterra, e Bedford,ao norte de Londres. O “maquinista” Ashley John é quem estava conduzindo o comboio e notou que havia algo errado. De repente, apareceu, do “nada”, um rosto de mulher e Ashley decidiu buzinar imediatamente.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

REFLEXÕES SOBRE A PARÁBOLA DO SEMEADOR - PARTE III



 
Vamos a alguns exemplos, utilizando as metáforas propostas:

 (...) e, semeando, uma parte da semente caiu ao longo do caminho e os pássaros do céu vieram e a comeram.    

domingo, 24 de fevereiro de 2019

AJUDAR-SE


             



          É atribuída a Esopo história de um carroceiro que conduzia pesada carga. Em dado momento, a carroça atolou em solo instável. Os cavalos não conseguiam movê-la. Olhando ao redor, notou a presença de Hércules, o herói grego. Confiante, pediu-lhe auxílio. Estava diante de um filho dos deuses, o homem mais forte do Mundo! Para sua surpresa, ouviu uma reprimenda:

          – Faça força! Empurre! Estimule os cavalos! Se você não se dispuser a ajudar-se, não espere que eu o faça!

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

BEM-VINDO ENLACE




 
Em O Evangelho segundo o Espiritismo, cap. 1, item 8, o magnânimo codificador da Doutrina Espírita, Allan Kardec, enfatiza que "a Ciência e a Religião são os dois instrumentos da inteligência humana. Uma revela as leis do mundo material e a outra as do mundo moral; mas como ambas têm o mesmo princípio, que é Deus, não se podem contradizer. Se uma fosse a negação da outra, necessariamente que uma estaria fora da razão e a outra com ela, pois Deus não viria destruir a sua própria obra. A incompatibilidade que se supôs haver entre essas duas ordens de leis proveio da falta de observação e do grande exclusivismo de cada uma das partes. Daí o conflito que gerou a incredulidade e a ignorância.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2019

INTERNET, REDES SOCIAIS E OS PSEUDOSMÉDIUNS, AMBICIOSOS E MISTIFICADORES


 

Atualmente coexistimos com a volúpia da era digital e recebemos exageradas e detalhadas informações de dados pessoais que são fornecidos desadvertidamente aos bancos de dados virtuais e às diversas redes sociais da Internet. Tal realidade cibernética tem sido um verdadeiro MANÁ para as tramoias “mediúnicas” dos pseudomédiuns, ambiciosos e mistificadores.

É verdade!

sábado, 16 de fevereiro de 2019

RELAÇÕES EM FAMÍLIA


         

                    A família, como é conceituada na atualidade, é uma concepção relativamente recente, diferente do que muitos pensam se tratar de um grupo natural na evolução civilizatória da humanidade. Sua origem era constituída pelo senhor e seus servidores/escravos apenas, sem cônjuges ou filhos. Posteriormente por questões que atinavam para uma destinação dos bens hereditários (terras, ouro e outros valores) é que os grupos descendentes passam a compor o ideário de família gerando com isso a aceitação de uma ascendência, o que deu origem à árvore genealógica e com isso a constituição da família nos moldes tradicionais. 

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

CALCANHAR DE AQUILES





 Segundo a mitologia grega, quando nasceu seu filho Aquiles, Tétis, esposa de Peleu, rei de Ftia, na Tessália, pretendeu que seria imortal.

​Para tanto passou-lhe ambrósia no corpo e o mergulhou no rio Estige, cujas águas deveriam torná-lo invulnerável.

Mas houve um descuido.

Ao fazê-lo, segurou-o por um calcanhar, a única parte de seu corpo não que não recebeu o banho mágico.

​Foi sua perdição.

domingo, 10 de fevereiro de 2019

DESEJO NOBRE





Desejo de expressar a gratidão
Pelo belo de Deus em toda parte...
Encantamentos para o coração...
Contudo, como dizê-lo sem a arte?

Pedir a Deus, nem ao Senhor Jesus,
Não ousaria, jamais, meu caro guia,
Mas a ti que me assistes e és da luz...
Dá-me da lucigênita poesia.

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

DOS EQUÍVOCOS E DAS DISTORÇÕES DOUTRINÁRIAS


 


A falta de estudo da Doutrina Espírita, a ausência do uso da razão e do bom senso e também o isolamento dos grupos (fechando-se em si mesmos) são os responsáveis pelos absurdos que se cometem em nome da Doutrina e seu movimento. E isto fica por conta de quem pratica, pois o Espiritismo não pode ser responsabilizado por aqueles que não raciocinam no que fazem.
São muitos os exemplos, alguns citados em livros, jornais e revistas, por articulistas e autores diversos, todos respeitáveis e conhecidos na atividade espírita, os quais permito-me citar uns ou outros (os exemplos) para desenvolvimento do presente artigo.

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

IGNORÂNCIA RELIGOSA - INTOLERÂNCIA RELIGOSA NO RIO DE JANEIRO


 



 É inconcebível que, ainda em nosso tempo, pessoas que se dizem religiosas pratiquem atos de vandalismo contra os que não comungam de sua fé, agindo com violência. Os alvos preferidos desses fanáticos religiosos são os terreiros de umbanda e candomblé, assim como os centros espíritas. Casos de ataques a umbandistas e candomblecistas têm sido frequentes no Rio, principalmente na Baixada Fluminense, predominando no município de Nova Iguaçu.

Até hoje, os profitentes da Doutrina do Consolador Prometido, codificada por um magnânimo cientista francês do século XIX, Allan Kardec, lembram, com tristeza, do apedrejamento do “Núcleo Espírita Cristo Consolador”, que estava situado no bairro da Abolição, na cidade do Rio de Janeiro.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

O PROGRESSO E A CONTRAMÃO


                          
          


               A inteligência se move através de conceitos. Não exatamente como um sinônimo de definição, mas na qualidade de uma percepção que a própria Matemática, enquanto ciência viabiliza. Consideremos que o conceito é aquela compreensão que sofreu as discussões necessárias para se estabelecer como pedra de toque, sem que se obrigue a uma retórica explicativa. Daí sabermos que a camada azul que recobre a Terra é o Ozônio e não o céu dos pagãos; o planeta é uma esfera algo achatada nos polos e gira em torno do Sol, o que garante o calendário; o dia e a noite são estabelecidos pelo giro dessa esfera em torno do próprio eixo. Há pontos de encontro no inconsciente coletivo que superam as controvérsias, sob o risco grave de criar-se uma via de retrocesso, tal aquele que foi patrocinado pelas lutas religiosas que inventaram que as premissas científicas eram uma declaração de guerra entre o Ser Humano e Deus, um desses períodos passou para a História como a idade das trevas.

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2019

EXISTE UM ESPIRITISMO PROGRESSISTA?


 
 
A palavra progressista é muito flexível e está sujeita aos contextos históricos em que for empregada. O que 50 anos atrás era algo progressista, hoje pode ter se tornado óbvio, já fazer parte do status quo e ter perdido toda a força emancipatória que possuía então. Entretanto, em cada dado momento histórico, podemos genericamente sempre definir como progressistas, ideias, setores religiosos, partidos, correntes que defendem avanços, mudanças – mais ou menos radicais – em relação ao que está dado, a uma estrutura vigente, ou a uma ideia hegemônica. Conservadores seriam aqueles setores que desejam a permanência das coisas como são ou até muitas vezes um retorno ao passado, que sempre olham com nostalgia. Alia-se à palavra progressista, a palavra esquerda, que não quer dizer necessariamente marxista, porque a esquerda é multifacetada e o termo nasceu ainda antes da Revolução Francesa, muito antes do próprio nascimento de Marx.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

REFLEXÕES SOBRE A PARÁBOLA DO SEMEADOR - PARTE 2


 

No entanto, nossos movimentos não se dão de pronto e nem são lineares. Somos indivíduos com momentos distintos na oscilação dos dias. O ser humano comum não apresenta constância previsível e estável, ao contrário, somos pessoas com imensas variações no campo emocional e psíquico. Poderíamos dizer que nosso território interior segue o modelo da parábola de Jesus. Temos dentro de nós o terreno pedregoso, os espinheiros e a terra boa. Dito de outra maneira, também podemos conceber que apresentamos momentos distintos no nosso território mental, há períodos em que estamos prontos para novos plantios, em outros não.

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

ADÃO E EVA , "PECADO", "CASTIGO", "CULPA" E O LIVRE ARBÍTRIO


 



É ingênuo crermos no “pecado”, qualificado dogmaticamente como uma ofensa contra Deus, que por sua vez revida mediante o tal “castigo” que inflige ao “pecador”. Ora, vejamos que Deus não se ofende com os equívocos das suas criaturas em processo de evolução. Em face disso o tal “castigo” não é e nem pode ser uma espécie de vingança ou uma atividade pessoal do Criador (antropomórfico) para penitenciar o “pecador”.

Deus não pune; Deus AMA! Sobre isso, Jesus inovou o pensamento teológico ao apresentar Deus como um pai bondoso e justo, em substituição à divindade colérica, vingativa e caprichosa dos povos ancestrais. Na verdade, o indigesto dogma do “pecado” foi criado pela senil e heterônoma teologia humana. Advém dos espetáculos mitológicos protagonizados por Adão e Eva, que supostamente teriam desobedecido uma ordem divina e atraíram para si e para toda humanidade uma maldição que implicaria em toda sorte de males, dores, erros, crimes e tudo quanto fosse ruim.

domingo, 27 de janeiro de 2019

IRMÃO





O céu é de estrelas; a noite tropical.
Alegres pessoas, vestidas ricamente,
Aguardam a noiva em frente à catedral;
Um homem de rua se deita num batente.

Novo, parece velho! Está sujo e "ausente"...
Família...parece que nunca a teve não! ...
Sonha? Sequer olhou as estelas... E o que sente? ...
De outro mundo...vive aqui sem motivação.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

O CLAMOR DOS NOVOS TEMPOS


              
       Será que há alguém satisfeito com o estado de coisas que cercam as diversas comunidades humanas? Eis aí uma pergunta que provavelmente obtenha o NÂO como resposta unânime. Decerto existem pequenos grupamentos que conseguem sobreviver sem os sobressaltos desses novos tempos que ainda se encontram isentos da internet e em atividade exclusivamente agroextrativista, em localidades distantes e constituídas por minúsculas populações. No todo estamos escorchados por agonias patrocinadas pela violência alçada à qualidade de “proposta de negociação”, em dupla via.

quarta-feira, 23 de janeiro de 2019

DEVER NEGLIGENCIADO



 

 Essa expressão foi usada por Allan Kardec no capítulo XXVIII de O Evangelho Segundo o Espiritismo, item 34 – Prefácio – Num perigo iminente. Referido capítulo é intitulado Coletânea de Preces Espíritas, onde há preciosas considerações em compactos “prefacinhos” que antecedem os modelos de preces ali apresentados.

Na referência em destaque, a expressão diz respeito aos perigos variados que corremos, onde podemos constatar a fragilidade da vida humana, exposta que está a tantas situações difíceis, perigosas e, em alguns casos, promovedoras de autênticas tragédias.

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

AS AMARRAÇÕES ESPIRITUAIS ENTRE OS GÊMEOS


 

 A concepção de um novo filho no seio familiar possibilita o reencontro de espíritos que trazem em comum as boas experiências de vidas anteriores. Reaproximação que começa na programação pré-existencial reencarnatória, esquematizada nas instituições espirituais. Se sucederem filhos gêmeos idênticos, serão situações especiais que despertarão a maior atenção dos pais.

Várias teorias já foram sugeridas para explicar os mecanismos determinantes da gemelaridade idêntica. Fatores ambientais e genéticos foram descritos como predisponentes a essa circunstância obstétrica. Todavia existem causas mais transcendentes. Os gêmeos univitelinos (idênticos) renascem com a semelhança física e suas células são geneticamente iguais. Têm mesma alimentação e os mesmos cuidados. Convivem sob as mesmas influências magnéticas e impressões mentais do meio ambiente. Possuem um cérebro com idênticas possibilidades biológicas e potenciais bioquímicas. Contudo, quase sempre esses gêmeos seguem condutas diferentes.

domingo, 20 de janeiro de 2019

REFLEXÕES SOBRE A PARÁBOLA DO SEMEADOR - PARTE 1


 


5. Naquele mesmo dia, tendo saído de casa, Jesus sentou-se à borda do mar; em torno dele logo reuniu-se grande multidão; pelo que entrou numa barca, onde sentou-se, permanecendo na margem todo o povo. Disse então muitas coisas por parábolas, falando-lhes assim:

“Aquele que semeia saiu a semear; e, semeando, uma parte da semente caiu ao longo do caminho e os pássaros do céu vieram e a comeram. Outra parte caiu em lugares pedregosos onde não havia muita terra; as sementes logo brotaram, porque carecia de profundidade a terra onde haviam caído. Mas, levantando-se, o Sol as queimou e, como não tinham raízes, secaram. Outra parte caiu entre espinheiros e estes, crescendo, as abafaram. Outra, finalmente, caiu em terra boa e produziu frutos, dando algumas sementes cem por um, outras sessenta e outras trinta. Ouça quem tem ouvidos de ouvir.” (Mateus, 13:1 a 9.)

quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

MEDIUNIDADE - PERCEPÇÃO DA IMORTALIDADE


 
O intercâmbio mediúnico, segundo a Doutrina Espírita, corresponde a uma disposição orgânica de que qualquer homem pode ser dotado, estabelecendo relações com os espíritos, em diferentes graus e tipos. Contudo, a qualificação de médiuns se aplica somente aos que possuem uma faculdade mediúnica bem caracterizada, que se revela por efeitos patentes de certa intensidade, o que depende de uma organização mais ou menos sensitiva (O Evangelho Segundo o Espiritismo – Cap. XXIV:12 e O Livro dos Médiuns – item 159).

segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

BRANDURA COM ENERGIA


       


         É inegável que Jesus agia de forma branda, porém enérgica. Branda porque destituída de ranços, ódios, senso de perseguição ou vingança. Enérgica porque não se permitia em momento algum fugir do roteiro ético que desenhara ao largo dos inumeráveis milênios de evolução e crescimento até atingir a condição de conduzir os primeiros momentos de um planeta tornando-se seu mentor e guia (LE – q. 625).

          Relata-se que expulsou os vendilhões do templo (João II; 13 a 25), pois negociavam com as profundas esperanças da fé, algo inaceitável dentro do respeito absoluto pela crença das pessoas, mas os incluiu entre os doentes da alma e se mostrou como o médico que vinha para curá-los (Marcos II; 17). Foi forte suficiente com Simão Pedro quando o impeliu a largar as redes do ofício humano, mas o candidatou a se tornar um pescador de homens. Discutiu com os doutores da lei sem perder tempo de mostrar-se como o preposto de Deus, muito além das palavras contidas nas escrituras. Admoestou sua mãe quanto ao pertencimento à família universal mantendo a gentileza filial e a reciprocidade ao seu carinho. Brandiu autoridade diante de Espíritos malévolos que atacavam o rapaz atormentado, contudo prometeu que nenhuma das almas se perderia do seu rebanho.  

quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

MITOLOGIA, KARDEC E MARIA - UMA REFLEXÃO SOBRE A NATUREZA BIOLÓGICA DE JESUS



 
Os evangelhos de Lucas e Mateus descrevem que Maria manteve-se “virgem” e que Jesus hipoteticamente fora concebido pelo “Espírito Santo”, ou seja, a concepção de Maria acontecera de forma “sobrenatural”, sem a participação do esposo, conquanto já fosse recém-casada com José à época.

A crença na virgindade de Maria e a suposta “fecundação divina” nada mais é senão uma “fotocópia” rudimentar, diríamos, uma imitação burlesca, dos mitos pagãos organizados pelas castas sacerdotais ancestrais. A explicação desses pormenores históricos é indispensável ao espírita, para preservar-lhe contra as deturpações místicas impostas por longos anos pela tradicional instituição “unificadora” do Brasil. Até porque pesquisas e estudos sobre a fábula mitológica, bem como da História das Religiões, comprovam de maneira categórica a origem da alegoria do nascimento virginal.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

FANATISMO E FASCINAÇÃO


 

 
O Espiritismo é uma doutrina expositiva, racional, de livre acesso, sem a pretensão de revelar toda a verdade, que favorece a construção de uma fé sólida, inquebrantável por ser raciocinando, que convida à sua análise e livre aceitação.
Por tudo isso, seus profitentes verdadeiros desenvolvem uma capacidade crítica que os preserva de um do grave problema para as relações humanas: o fanatismo. Este estado mental tem por base a paixão gerada por uma fé desarrazoada, fruto da pretensão de senhor da verdade absoluta, ancorada pelo orgulho e o egoísmo, as duas maiores chagas do ser humano que engendra um maniqueísmo insensato e um mecanismo psicológico de clivagem, resultando nas expressões de intolerância, de ódio, de cisão e de violência em suas mais diversas facetas.

sábado, 5 de janeiro de 2019

RECEITA DE ANO NOVO: ENTUSIASMO




Vamos juntos...seja por onde for...
Seja serena ou árdua a caminhada,
Importa é a vida entusiasmada...
E as brisas do céu serão a favor.

quarta-feira, 2 de janeiro de 2019

PERMUTA INTELIGENTE


        

          E naquele dia, segundo narra Mateus no capítulo V do seu Evangelho, Jesus tendo subido o monte, premia aos presentes com uma das mais belas peças que o pensamento humano teria em sua biblioteca universal eternizando-o como o Sermão do Monte. Ali o maior dos sábios que pisou a Terra propala as Bem-Aventuranças e encaminha a grande lição para quem objetive encontrar o caminho para o encontro com o seu deus interior. Lançou simplesmente o código adequado para a manutenção do coração tranquilo e a mente focalizada no crescimento pessoal em um mundo tão incendiado pelas imperfeições que permeiam as relações humanas.

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

DIANTE DAS TRAGÉDIAS, O QUE DIZER?




A mídia diariamente noticia inúmeros casos trágicos, envolvendo até crianças, ocorrendo em todo o mundo. Diante de tais acontecimentos, vivenciam muitas pessoas o desalento e a perplexidade, até mesmo questionando onde se encontra Deus nesses momentos de dúvida e de desesperança.

A Doutrina Espírita enfatiza que Deus não nos julga e nem nos castiga. Em realidade, não existe o acaso. As tragédias, levando às desencarnações coletivas, não são casuais. Na questão 258, de "OLE", A.K. pergunta se, antes de reencarnar, o espírito tem consciência ou previsão do que lhe sucederá no curso da vida terrena. A resposta: "Ele próprio escolhe o gênero de provas por que há de passar e nisto consiste o seu livre-arbítrio".