sábado, 28 de maio de 2016

SOCIALISMO E ESPIRITISMO: Uma revista espírita




“O homem é livre na medida em que coloca seus atos em harmonia com as leis universais. Para reinar a ordem social, o Espiritismo, o Socialismo e o Cristianismo devem dar-se nas mãos; do Espiritismo pode nascer o Socialismo idealista.” (Arthur Conan Doyle)


Allan Kardec ao elaborar os princípios da unidade tinha em mente que os espíritas fossem capazes de tecer uma teia social espírita, de base morfológica e que daria suporte doutrinário para as Instituições operarem as transformações necessárias ao homem. A unidade de princípios calcada na filosofia social espírita daria a liga necessária à elasticidade e resistência aos laços que devem unir os espíritas no seio dos ideais do socialismo-cristão.

A opção por um “espiritismo religioso” fundado pelo roustainguismo de Bezerra Menezes, através da Federação Espírita Brasileira, e do ranço católico de Luiz de Olympio Telles de Menezes, na Bahia, sufocou no Brasil o vetor socialista-cristão da Doutrina Espírita. Telles, ao encaminhar fascículo do jornal espírita “O Eco de Além-Túmulo” a Pierre Gaëtan-Leymarie, então diretor da Revista Espírita, mereceu deste, observação crítica publicada na edição de novembro de 1869: “Para nós o Espiritismo não deve tender para nenhuma forma religiosa determinada. Ele é e deve continuar como uma filosofia tolerante e progressiva, abrindo seus braços a todos os deserdados, seja qual for a nacionalidade e a convicção a que pertença.” 

Karl Marx (1818-1883), intelectual e revolucionário alemão fundou o Socialismo, circunscrito em análise exclusivamente materialista. Allan Kardec com o Espiritismo, o Socialismo considerando o princípio espiritual; o socialismo cristão. Para a Doutrina Espírita a evolução espiritual dá-se em um processo dialético entre o elemento espiritual e o material.

Allan Kardec através de questionamentos pontuais quando da elaboração de “O Livro dos Espíritos” e no contexto de “O Evangelho Segundo o Espiritismo” critica o Capitalismo e dialoga com o chamado Socialismo utópico, designação de Marx para as ideias de Charles Fourier, Saint-Simon e Robert Owen. Reencarnacionistas, estes, acreditavam na perspectiva evolucionista da sociedade, regida pelo ideal de fraternidade, atingindo-se a paz pela reforma moral do homem.

A verdade, no entanto, é que houve diálogo, influências e confluências entre o Espiritismo e o Socialismo. Léon Denis (1846-1927) foi o pioneiro na abordagem da temática em sua obra Socialismo e Espiritismo, um clássico da literatura social espírita. Registre-se o fato de que, à época de Denis, ainda não haviam ocorrido distorções de conceito e mesmo de conteúdo.
Assim ele se pronuncia: “Para nós, o Socialismo é o estudo, a pesquisa e a aplicação de leis e meios susceptíveis de melhorar a situação material, intelectual e moral da Humanidade. Nessas condições são numerosas as nuanças, as variedades de opiniões, de sistemas, desde o Socialismo Cristão até o Comunismo, e todo homem cuidadoso da sorte de seus semelhantes pode se dizer socialista, quaisquer que sejam, aliás, suas predileções.”

Na América Latina os principais nomes foram os argentinos Humberto Mariotti (1905-1982), Cosme Mariño (1847-1927) e Manuel S. Porteiro (1881-1936).
Para Mariotti, “Karl Marx e Allan Kardec encarnam, nos tempos atuais, as duas grandes inquietudes do pensamento: o fenômeno social e o fenômeno espiritual. Marx traçou uma imagem do Homem em desacordo com a realidade espiritual. Entretanto, no campo social, expressou verdades que, postas em prática, dariam solução à mais renhida luta de classes que, atualmente, em seu conjunto, chamamos Capitalismo e Comunismo.” Já Cosme Mariño afirma que “o Socialismo é um capítulo do Espiritismo.”

Não se pode esquecer, no Brasil, J. Herculano Pires, autor das obras Espiritismo Dialético e o Reino. Transformar o mundo pela transformação do homem e transformar o homem pela transformação do mundo. Eis a dialética do Reino, que o cristão deve seguir., diz Herculano Pires.

Benoit Mure (1809-1858) médico francês que desembarcara no Rio de Janeiro em 1840 foi introdutor da homeopatia no Brasil. Visionário socialista, discípulo de Fourier, fundou em Santa Catarina uma colônia societária falansteriana, denominada colônia de Sai. O falanstério (1) de Mure recebe entre 1842 e 1843 um total de 217 franceses pertencentes a todas as profissões. Não sobrevivendo às dissenções, Mure abandona o projeto em 1844. É considerado um dos precursores do Espiritismo no Brasil, pelas práticas da homeopatia e do fourierismo (2). Adotava o slogan “Deus, Cristo e Caridade”.

Outro nome foi Ney Lobo, que desencarnou recentemente, em suas obras Filosofia Social Espírita e O Plano Social de Deus e as classes sociais. Cleide Colombo (1937-1997), mãe da confreira Dora Incontri, com a sua tese de mestrado publicada sob o título Ideias Sociais Espíritas.

Segundo Dora Incontri, o pesquisador francês François Gaudin descobriu recentemente documentos inéditos que revelam a parceria de Kardec com o amigo Maurice Lachâtre (1814-1900), conhecido socialista de tendência anarquista e editor das obras de Marx, em fascículos populares. Segundo Gaudin, ambos tiveram projeto de fundação de um banco popular.

Para Incontri, sendo o Espiritismo uma doutrina eminentemente pedagógica, fundada por um educador, a militância social através da educação tem sido uma constante, desde Kardec. Léon Denis que a seu turno fundou a Liga de Ensino. No Brasil tivemos Eurípedes Barsanulfo, Anália Franco e Ney Lobo.

A dialética espírita cria uma consciência cidadã ativa e não-conformista. A partir dessa consciência, surge o Ser revolucionário, não violento; político, não partidarista, assemelhando-se aos socialistas-utópicos. Ao espírita cabe contestar a voracidade do capitalismo vigente e o neoliberalismo que assume contornos globais, aprofundando cada vez mais as desigualdades sociais.

A ineficiência e ineficácia de muitos órgãos federativos têm sido fator determinante para que a maioria das instituições espíritas tenda ao isolacionismo. Surge daí, o espírita com comportamento de caramujo. De maneira preponderante, o centro espírita funciona como uma carapaça transformando-se em redutos fantasiosos. Prioriza-se a terapêutica, o assistencialismo e a fenomenologia mediúnica em detrimento da sua filosofia social-libertadora. Os espíritas renunciam assim às suas responsabilidades de militante da dimensão do social.

O engajamento do espírita desse processo não se dá no engajamento ideológico ou político, mas sim de Ser que detém uma compreensão da ação do homem-mortal, bem como do imortal, portanto, não considera apenas o presente mais o futuro. Enxerga em cada ação social a necessidade da vivência da fraternidade, em favor ao mesmo tempo de vítimas e algozes, uma vez que são escravos da miséria o pobre explorado e o rico explorador.

No conjunto daquilo que denominei aqui nesse blog de Ecologia Espiritista, faz-se necessário resgatar o idealismo socialista do Espiritismo, que remonta desde Pestalozzi, concretizando-se em Allan Kardec e seus próximos discípulos franceses e no Brasil, senão, como nos versos de Drummond, seremos atores de um movimento espírita caduco.
           
(1)      era a denominação das comunidades intencionais idealizadas pelo filósofo francês Charles Fourier. Consistiam em grandes construções comunais que refletiriam uma organização harmônica e descentralizada onde cada um trabalharia nos conformes de suas paixões e vocações.
(2)      teoria de organização social de Charles Fourier, filósofo e sociólogo francês.

(*) Professional & Personal Coach, expositor espírita, livre-pensador, e voluntário do Instituto de Cultura Espírita – ICE.

35 comentários:

  1. Eu, particularmente, gosto dessas informações. Acredito que são frutos de pesquisas. São informações que hoje, 2012 quase 2013, nos levam a refletir sobre a nossa atuação, como ESPÍRITAS, no meio social em que vivemos.

    ResponderExcluir
  2. Profesdsor... um esclarecimento por favor!!.. O Sr. foi palestrante de um Centro Espírita na Cidade de Sobral?

    Caso tenha sido, acho que nos conhecemos, e gostaria de manter contato, pois fui e sou seu admirador enquanto homem, pessoa, espírita e cristão.

    Um grande abraço

    Alexandre Freitas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Alexandre!
      Correto. Fui voluntário no Bezerra de Menezes em Sobral.
      Grato pelas referências.
      Segue meu e-mail: jorge.grauca@gmail.com
      Aguardo retorno.
      Abraço fraternal!

      Excluir
  3. Parabéns.
    "Temos de nos tornar na mudança que queremos ver."
    Mahatma Gandhi

    ResponderExcluir
  4. A frase de Arthur Conan Doyle "O homem é livre na medida em que coloca seus atos em harmonia com as leis universais. (...)" ergue uma questão: O ser espírita está se sentindo realmente livre?

    ResponderExcluir
  5. Sem duvida alguma a mensagem de Jesus traduz um socialismo espiritual e também material, a medida em que o homem se libertar do egoismo que ainda o domina. Liberto do egoismo, a divisão de tudo no mundo será bem mais justa, e a hierarquia não mais se prevalezerá pela força do dinheiro ou poder temporal, mas sim por uma hierarquia intelecto-moral, muito bem explicada pelo codificacor.
    Um abraço fraterno a todos!

    Fernando Bezerra

    ResponderExcluir
  6. Muiiiiiito bom! Muito obrigado! Nunca ouvi isso no centro espírita, o que acho ruim também.

    ResponderExcluir
  7. Talvez o socialismo seja a solução, mas só poderá ser uma realidade quando as pessoas estiverem vivendo o Espiritismo em sua totalidade, na prática. Enquanto isso não acontece, continuará havendo regimes totalitaristas sangrentos sem qualquer indício de um socialismo conforme Marx cunhou.

    Sempre que leio socialismo utópico lembro da comunicação na Revista Espírita sobre a vida em Júpiter; é exatamente a definição de utopia: lugar ou estado ideal, de completa felicidade e harmonia entre os indivíduos. Ora, não temos condições, ainda, de viver essa realidade.

    A sociedade só muda quando o homem muda, quem tentou inverter essa regra destruiu a vida de milhões. E pagará caro por isso.

    ResponderExcluir
  8. Olá, caros confrades.
    Eu penso que se é possível enxergarmos um espiritismo de viés socialista, também é verdade que podemos fazê-lo dentro de uma visão capitalista. Afinal, o Espiritismo é extremamente meritocrático, algo incompatível com as ideias marxistas. Também é acumulativo, por ser evolucionista, assim como o capitalismo o é. Ou seja, segundo o Espiritismo espíritos estão sempre evoluindo no aspecto moral e na inteligência. Tal evolução é fruto do esforço individual do espírito e se torna um bem (capital?) pessoal e inalienável dele. Não há como um espírito evoluir o coletivo. Aqui, também, há outro ponto que distancia o Espiritismo do socialismo: o foco no indivíduo e não no coletivo. Ao coletivo aplica-se somente a caridade, mas a evolução, o ganho evolutivo, é individual. Tanto que segundo a própria literatura espírita só chegamos às moradas superiores por mérito individual!
    Uma vez que a evolução é individual nenhum espírito pode impô-la a ninguém, como tentam fazer os socialistas. Muito menos poderão fazê-lo por meio do Estado (força) ou por meio das agendas progressistas (cultura imposta), sob pena de ao assim agirmos incorrermos no totalitarismo. Sim, concordo aqui com o comentarista Marcelo Lait.
    Outro ponto de discordância que vejo haver entre Espiritismo e Marxismo é o fato de nós espíritas tentarmos nos enquadrar dentro de uma Ordem Superior. Haverá um governo e ele será o Governo de Deus sobre nós. Sendo o marxismo de origem ateu, ele prega uma liberdade que beira à desordem, se não for exatamente isso, pois visa um final utópico onde o ser humano estará livre de qualquer hierarquia ou responsabilidade, mesmo em relação à Ordem Divina, negada por Marx.
    Também há críticas muito fortes feitas pela Plêiade de Espíritos da Verdade tanto contra o sistema capitalista, quanto em relação ao socialismo, mormente em relação ao socialismo igualitarista.
    Na verdade, na minha visão, o Espiritismo não é nem capitalista, nem socialista, nem pode ser comparado a nenhuma ideologia criada por homens. O Espiritismo é cristão e assim sendo, ele transcende a todo tipo de ideologia concebida pela mente humana. A realidade que iremos vivenciar nos mundos superiores, ou quando a Terra se equiparar a eles, é inalcançável pela mente humana atual.
    Cabe a nós vivermos no mundo nos transformando, nos adequando e vivenciando os valores que o Cristo nos relegou. É mais pelo exemplo do que por qualquer outro meio que o cristão (homem de bem) influi na evolução da Humanidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Martius
      Jesus foi o primeiro socialista da história.Fez opção pelos pobres, combateu as elites políticas e religiosas de seu tempo.Como não cometeu crime algum, sua prisão e morte foram políticas.Representava uma ameaça aos sacerdotes que enriqueciam às custas da miséria do povo.Acho um equívoco o conservadorismo do espiritismo brasileiro.Se a evolução for apenas individual, jamais alçaremos aos mundos superiores.O evangelho segundo o espiritismo fala da questão social em detrimento do individual em vários trechos.Insistir no individualismo, é valorizar o egoismo, o egocentrismo.Nada a ver com o legado de Jesus.

      Excluir
    2. Caro anônimo, Jesus, como Espírito Crístico que É, em Sua passagem pela Terra amou a todos universalmente, incluindo seus algozes. Porém, de fato, Ele se aproximou mais dos chamados excluídos (os últimos, em Seu modo de falar), considerando-se como excluídos não só os pobres (exclusão social e material), mas aqueles que necessitam de resgate espiritual, como quando Ele diz que os sãos não precisam de médico. Veja, Zaqueu não era pobre e no entanto Cristo foi ao seu resgate, provocando nele uma metonímia, uma transformação espiritual.
      Eis já aí um ponto de discordância entre o Cristianismo - e logo o Espiritismo - e o marxismo, pois este, materialista que é, só visa ao bem terreno/material, quando a proposta de Jesus é de alcance espiritual, inclusive, estendendo-se para todos, ricos e pobres.
      Quando Ele conversa com o jovem rico, Ele lhe faz uma sugestão para abandonar a riqueza, não só em favor dos pobres, mas também para exercitar nesse jovem o desapego. Digo sugestão, porque o Cristo respeita a liberdade das pessoas em aceitar ou não Sua palavra, muito ao contrário do que ocorre no marxismo, onde a mudança (revolução) se dá por meio de imposição. Não à toa o marxismo resultou em regimes totalitários e em muita matança. Sinceramente, não vejo o Cristo empunhando a bandeira do comunismo.
      Mesmo sua versão mais light, o socialismo, é imposto por meio de leis, atreladas ao poder de um Estado agigantado, em detrimento das liberdades individuais, sendo esse outro ponto de choque entre o socialismo e o Espiritismo.
      Voltando ao jovem rico, Jesus só conversou com ele porque sabe que a evolução é sim individual. Trata-se de uma consciência falando à outra. É assim também que o Espiritismo pensa, afinal não há como o coletivo evoluir, sem antes haver a evolução das consciências individuais.
      Você confundiu evolução individual com o egoísmo individualista. Uma coisa nada tem a ver com a outra. Mesmo porque a evolução se inicia em cada indivíduo, mas tem seu resultado prático no amor e na caridade, vivenciados exteriormente, junto às demais pessoas. Mas a caridade só será verdadeira caridade, se ela for fruto do livre exercício individual, ou seja, sem coersão. Logo, caridade não combina com socialismo, que se impõe - muitas vezes à força -, donde se conclui que socialismo e Espiritismo não têm quase nada em comum.

      Excluir
    3. kkkkkkkkk. Errei feio!
      Quis dizer metanóia. Não metonímia!rsrsrsrs.

      Excluir
    4. Ò MARTIUS! O outro anônimo acima quis dizer que JESUS CRISTO foi um ser que veio para a sociedade humana toda!Quanto ao socialismo; por que será que ele veio? Os czares deixaram os russos cristãos e felizes na rússia antes de 1917? tome cuidado com o preconceito contra socialismo. Se todos os burgueses da europa que foram contra o socialismo russo tivessem sido mais caridosos que sâo francisco de assis;com o objetivo CRISTÃO de ajudar a rússia sem dar um único tiro;provável que não haveria necessidade de reações violentas por parte dos soviéticos. Depreciações contra opiniões dos outros é desnecessária. Essa mania de transferir brigas de socialismo x capitalismo são moralmente dispensáveis,ainda mais em sites espíritas. Vejo gente se adaptando á ensinos espíritas aqui,como se quisessem um apoio da DOUTRINA ESPÍRITA para continuar com estilo de vida que lhe agrada! CHICO XAVIER viveu entre nós e sabemos que ele conciliou a vida na TERRA com a vontade de DEUS!

      Excluir
    5. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    6. Como nao consegui excluir, quero emendar, e relacionar "perfeito" as respostas que nao coadnuam com a convergencia entre Espiritismo e Comunismo. Espiritas seguem o Cristo e nunca quem negou a Deus. O principio da Verdade nao se contamina ou se apaga com a sombra da inverdade, Cristo sendo luz, antes clareia a ignorancia revelando o objetivo Maior, a vida continua, sendo chamados todos quantos queiram a participar da vinha, efificando-se a si mesmo, quando serve de amparo ao mais necessitados. Quando que o Espirito Consolador age em meios contrarios a Lei ensinada por Jesus? Quando a escuridao cega p a morte da propria consciencia humana... Nao ha convergencia entre Espiritismo e Comunismo, pois O PRIMEIRO PRINCIPIO E DEUS, Espiritismo defenda a vida desde a concepcao, DIZENDO NAO AO ABORTO, ONDE NA MEDIUNIDADE COM JESUS SE ORIENTA O USO DE MACONHA COMO PORTA ABERTA A OBSESSAO? Espiritismo e o convite e a pratica do Evangelho redivivo com Jesus, apartidario,construtor da nova Era, a Era do amor incondicional para a liberdade plena e autonoma da consciencia hunana, nao para o escravismo e servidao. Ora, vejamos donde ven a primeira agua do socialismo, do marxismo, assim "orai e vigiai, Espiritas!" A Charrua tem muito trabalho, os assentos estao sendo ocupados, seja vossa fe inabalavel e seus ouvidos atentos as Ordens do Senhor. Amor e amor este e o rio de aguas que jorram do coracao divino d Mestre dos nestres.

      Excluir
    7. Caro MArtius,

      Sua colocações foram muito pertinentes. Também concordo com sua linha de pensamento.

      Excluir
  9. Olá, Martins!
    Sua abordagem é coerente.O Espiritismo não invalidada nenhum elemento da cultura humano, assentado em Leis Naturais, ele torna essas ideologias mais compreensíveis. O Espiritismo não é uma religião, nem tampouco uma seita estanque, por isso que Kardec afirmou que ela marcha progressivamente com a ciência. Aliás, esse gesto que Kardec elabora, é demasiadamente generoso com a ciência ortodoxa, uma vez que essa mesma ciência engatinha em direção aos fundamentos espíritas. Grato pela sua participação, pois enriqueceu os pontos obscuros da nossa análise.

    ResponderExcluir
  10. Graças a Deus, abandonei essa doutrina farsante. Quer saber mais visite republica dos espíritos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Francisco,
      Se abraçaste outra ideologia filosófica ou religiosa que te completa e te faz feliz, isso é o que importa, embora não te sinta tão seguro quanto a isso, caso contrário, não teria visitado esse espaço espírita. Agradeço a sua sugestão, mas declino em aceitá-lo, considerando que a Doutrina Espírita atende os meus mais íntimos questionamentos acerca da Vida. Seja feliz junto aos seus!

      Excluir
  11. E de muito péssimo gosto e falta de senso de respeito denominar a Doutrina Espírita como "farsante" sr Francisco Amado. Se procurou outra filosofia mais afim com a teus anseios, é um direito seu, rotular a que deixou, não é correto, certo?

    ResponderExcluir
  12. Não, não e não. Espiritismo NUNCA conversou com o Marxismo. Socialismo NÃO foi criação de Marx. O autor de O Capital criou seu próprio modelo de socialismo e deixou bem claro a maneira pela qual se daria sua implantação. Está tudo lá no livreto medonho O Manifesto Comunista.

    No capítulo II, Marx sugere 10 medidas para se atingir o ideal socialista. Pouco antes, ele diz o seguinte:

    "O proletariado usará a sua dominação política para arrancar a pouco e pouco todo o capital à burguesia, para centralizar todos os instrumentos de produção na mão do Estado, do proletariado organizado como classe dominante, e para multiplicar o mais rapidamente possível a massa das forças de produção. Naturalmente ISTO SÓ PODE PRIMEIRO ACONTECER POR MEIO DE INTERVENÇÕES DESPÓTICAS no direito de propriedade e nas relações de produção burguesas (…)"

    Para quem não sabe, despotismo é qualquer manifestação de autoridade utilizando-se da TIRANIA e da VIOLÊNCIA. Esse é o verdadeiro Marx, adorado por muitos e estudado por poucos. Quem tiver o livro, continue a leitura e enlouqueça com as 10 medidas propostas por ele.

    Basta mencionar os ateus Lenin, Mao, Stalin etc. pra ouvir um grito de algum fanático que nunca abriu os livros de Marx: "deturparam o marxismo"… Sinto muito, mas esse argumento não procede. O próprio Marx deixou claro que a violência seria a ferramenta chave para o sucesso de sua doutrina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ESSE ANTI-SOCIALISMO no Brasil... vou pedir para que estudem mais o cristianismo,ok?obrigado

      Excluir
  13. PAREM DE BRIGAR POR CAUSA DE OPINÕES PRÓPRIAS! QUEM QUISER ESTUDAR O ESPIRITISMO,ESTUDE E EXECUTE SUAS LIÇÕES.
    SOCIALISMO TÊM QUE SER REVISTO!Por que foi violento e agiu daquela forma?
    Os russos todos viviam felizes para sempre?ou eram maltratados?
    Outra:No Brasil há caça ás bruxas. Sejamos lúcidos e entendamos os acontecimentos. O espírita têm o dever também de estudar sua realidade.Não podemos deixar de ver a realidade e sermos analfabetos políticos! Mas ao mesmo tempo sejamos CRISTÃOS!

    ResponderExcluir
  14. MAIS UM DETALHE: PAREM DE BRIGAR UNS CONTRA OS OUTROS! Doutrina é clara:não brigar em nome da política. Se tornar cristão é o ensinamento espírita. Há analfabetismo político no Brasil! Espíritas há que brigam falando o que não entende na política! Sugestão: mais prudência;pelo amor de DEUS!

    ResponderExcluir
  15. EM ESTILO ESPÍRITA,FOI UM DOS TEXTOS QUE FALARAM A RESPEITO DO SOCIALISMO MENOS ESTÚPIDO E MAIS LÚCIDO QUE JÁ LI ATÉ AGORA. PARABÉNS AO AUTOR DO TEXTO! AINDA MAIS COM A BESTIALIDADE QUE ASSOLA O BRASIL CONTRA A PALAVRA "SOCIALISTA"
    DEUS O ABENÇÕE E TE CONSERVE ASSIM!

    ResponderExcluir
  16. Caríssimos, esse espaço é de ideias, e todas ela são e serão sempre abordadas sobre a ótica espírita, da qual nos esforçamos para nunca nos distanciarmos. As observações serão sempre pertinentes, quando colocadas de forma respeitosa e civilizada. Síntese do conhecimento humano, o Espiritismo é dialético e dialógico para todo o pensar humano.

    ResponderExcluir
  17. Lucas 12
    13E aconteceu que, nesse ponto, um homem que estava no meio da multidão lhe requereu: “Mestre, ordena a meu irmão que divida comigo a herança”. 14Porém Jesus lhe replicou: “Homem, quem me designou juiz ou negociador entre vós?” 15Em seguida lhes advertiu: “Tende cautela e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porquanto a vida de uma pessoa não se constitui do acúmulo de bens que possa conseguir”. A parábola do rico insensato …

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou seja, Jesus teve oportunidade para sugerir ideias similares ao socialismo. Mas não o fez. Ao mesmo tempo, não deu aval ao modelo capitalista selvagem. Penso que não podemos usar o Cristo como referência para ideais políticos...

      Excluir
    2. Caríssimo, no momento que afirmas que teve oportunidade de sugerir, é que já entendeste que ele sugeriu, caso contrário não entenderias dessa forma. Aristóteles afirma que o homem é um animal político. Quando ofertamos uma cesta básica fazemos política. Cristo adotou postura política. É importante sabermos separar política de política partidária.

      Excluir
  18. Espirita, nao te partido. Tal visao distorcida e um trabalho contra libertacao e autonomia dos homens, antes serve ao ideal do anjo Vermelho (comunismo) combatido por Bezerra de Menezes, jamais aos ensinamentos de Jesus, tampouco a orientacao de Kardec... Espirita, ama com o amor de Jesus, qualquer movimento contrario e anti Cristo.

    ResponderExcluir