terça-feira, 3 de novembro de 2015

LIVRE PARA RENASCER¹




 Por Paulo Eduardo (*)

Os Páramos Celestiais abrigam o nosso querido Edilmar Norões. Ele o homem do sorriso cuja sinceridade era inerente à sua personalidade de alma fraterna. Ser humano de configuração talhada para fazer amigos. No “adeus a Edilmar” vem de logo a lembrança do seu caminhar reto no campo do humanismo.
Edilmar Norões pontua no além com a mesma simplicidade de quem encara a vida no roteiro do bem. Seu porte de natureza ética e elegante assume a postura dinâmica que caracteriza o dia 02 de novembro como data especial aos que partiram. Um sorriso de dignidade que assoma livre para renascer. O renascer da esperança de tê-lo impoluto no plano astral.
O comunicador inato transmite do além a certeza da continuidade da vida espiritual. Edilmar Norões agora dirige as ondas hertzianas de quem nasceu para a comunicação. Presença constante nas relembranças de todos nós. Personalidades do porte de Edilmar Norões têm o condão de perpetuar a vida no seu esquema de imortalidade. Ninguém admite a saída pura e simples de um homem de bem do roteiro da vida física. Edilmar livre para renascer no amanhã da esperança. A sua ausência do nosso convívio diuturno é de saudade, lógico, mas de imediato nos ilumina pela certeza do seguimento da vida extramuros de transição após oitenta anos de uma dedicação belíssima na seara das comunicações. Nas preces do dia a dia estaremos no mesmo prefixo da Emissora Divina. Seu sorriso não desaparece do semblante que ficou nessa sua passagem entre nós. Edilmar Norões sinônimo de “Verdes Mares” agora nos campos verdes para a plantação de novos amanhãs de muita luz.

(*) jornalista, colunista do Diário do Nordeste e integrante da equipe do programa Antena Espírita.

¹ publicado no Diário do Nordeste de 01.11.2015. 

3 comentários:

  1. Francisco Castro de Sousa3 de novembro de 2015 22:46

    Singela homenagem a um homem de bem! Parabéns ao Canteiro por esse gesto de grandeza.

    ResponderExcluir
  2. Homem de comunicação inata, Edilmar Norões tinha, entre outras, duas qualidades essenciais ao homem de comunicação: a simplicidade e o zelo pela autenticidade dos fatos que noticiava.
    Toni Ferreira,
    Belém-PA, Brasil

    ResponderExcluir
  3. Justa homenagem ao comunicador Edilmar Norões, Homem de trabalho notável.

    ResponderExcluir