segunda-feira, 11 de julho de 2016

ESPIRITISMO E SEXUALIDADE(*)

O ARTIGO/ENTREVISTA "ESPIRITISMO E SEXUALIDADE", DE AUTORIA DE FRANCISCO CAJAZEIRAS, É O 10º NO RANKING - 523 ACESSOS - DO BLOG CANTEIRO DE IDEIAS, DESDE A SUA CRIAÇÃO EM 13.05.2012.


(*) Reproduzimos entrevista com o médium e orador espírita baiano Divaldo Pereira Franco, feita no Centro de Convenções Edson Queiroz em Fortaleza, no dia 03/08/1997, por ocasião da realização do Workshop “Autodescobrimento”, publicada na Revista Fortaleza Espírita, edição nº 3, jul-ago-set/1997.




Francisco Cajazeiras - Qual a concepção espírita de sexualidade?
Divaldo Franco – A concepção genética e sexológica é que sexualidade é o conjunto de valores do indivíduo, o que não significa, necessariamente, sexo. O indivíduo pode ter uma emanação sexual que seria uma exteriorização de simpatia que está além e acima dos implementos sexuais. Do ponto de vista espiritual, sexualidade é o fenômeno através do qual os hormônios se manifestam pelo sexo.

Francisco Cajazeiras – Em “O Livro dos Espíritos”, nós encontramos a informação que os Espíritos não têm sexo, da forma que o imaginamos. Como seria o sexo dos Espíritos?
Divaldo Franco – Os Espíritos são neutros no seu sentido anatômico, com a ambivalência, de acordo com a necessidade de evolução, experimentam a masculinidade ou a feminilidade. Na masculinidade desenvolve uma área de aptidões muito própria: a luta pela vida que caracterizou o homem até hoje, o esforço hercúleo, a necessidade de uma visão mais profunda da realidade. Na feminilidade, o sentimento, o amor, a maternidade; então o sexo é embutido numa ambivalência aforme que no corpo físico, passas a ter a manifestação anatômica.


Francisco Cajazeiras – Como o Espiritismo vê os métodos anticoncepcionais e o controle da natalidade como um todo?
Divaldo Franco – De maneira muito favorável. A mulher não deve ser uma máquina reprodutora nem a pessoa deve deixar de os filhos que acontecem. A medida que a ciência avança, que é manifestação de Deus – quando nobre, proporciona os meios de tornar a criatura mais feliz na Terra, evitando comprometimentos mais graves. O controle da natalidade e o controle familiar são uma conquista saudável, um e outro, porque possibilitam a responsabilidade com a prole e ademais, evitam que o indivíduo tenha um número de filhos que não pode atender, às vezes levando a consequências perturbadoras. O que se tem que levar em conta é qual o tipo do método anticonceptivo, porquanto, entre abortar e programar, programar é muito mais importante. No entanto, o DIU, segundo alguns genetas e sexólogos, é abortivo. Então o método do DIU não seria recomendável.

Francisco Cajazeiras – O que pensar do homossexualismo e do bissexualismo?
Divaldo Franco – Tecnicamente não existe bissexualismo porque ninguém tem dois sexos. Tem aptidões para atender à sua libido, tanto na área masculina como na feminina. O homossexualismo é uma experiência evolutiva do ser, utilizando-se de uma psicologia que difere de sua anatomia. Respeitamos todas as expressões em que se manifesta o ser na vida orgânica do sexo, mas não recomendamos a promiscuidade nem a pederastia nem o lesbianismo.

Francisco Cajazeiras – O que dizer da visão espírita a respeito de mudanças de sexo?
Divaldo Franco – Quando o indivíduo se crê um transexual e pretende fazer uma cirurgia para violentar a natureza é o livre-arbítrio, mas essa amputação vai afetar profundamente o períspirito que, lesionado, irá causa danos muito mais graves. Como consequência as cirurgias para a mudança de sexo, violentam a programática da vida, já que aqueles que assim fazem – salvada alguma exceção que conheço -, estão querendo burlar a lei para ter uma vida promíscua ao invés de superar o desafio.

Francisco Cajazeiras – Você gostaria de deixar uma mensagem para os nossos leitores?
Divaldo Franco – Que vale a pena amar como a opção mais importante da vida. Porque quem ama é feliz e quem quer ser amado é criança psicológica.



4 comentários:

  1. Francisco Castro de Sousa5 de dezembro de 2012 16:34

    Gostaria de ler nesse Blog algum artigo recente do nosso confrade e amigo Cajazeiras. Fica aí o registro e ficaremos no aguardo. Castro

    ResponderExcluir
  2. agora posso responder sobre homossexualismo sem ferir, mais orientando. valeu.

    ResponderExcluir
  3. “TONS DE CINZA”
    http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2014/12/tons-de-cinza.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Luiz Carlos,
      Gostaria de ter seus artigos publicados em nosso blog. Faça contato.
      jorge.grauca@gmail.com
      Abraços!

      Excluir